Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acupunturista que atende Dilma de graça na campanha é funcionário da Casa Civil

Gu Zhou-Ji foi nomeado para o cargo de assessor técnico em 2009

Em outubro de 2009, o chinês Gu Zhou-Ji foi contratado pela Casa Civil como assessor técnico. Com salário de 4.000 reais, ele logo ignorou as tarefas burocráticas e passou a atender aos colegas, com horário marcado, naquela que é sua verdadeira especialidade: a acupuntura.

Uma paciente em especial comanda a agenda do terapeuta – e não paga nada por isso. Trata-se de Dilma Rousseff, candidata petista à Presidência da República e ministra da Casa Civil quando Zhou-Ji foi contratado ( a portaria de admissão foi assinada pela notória Erenice Guerra, sua fiel escudeira à época).

Dilma recorre duas vezes por semana a sessões de acupuntura que a ajudam a relaxar. O caso é relatado por reportagem da revista VEJA que chegou às bancas neste sábado. “Eu espero o pessoal dela ligar e, quando chamam, nós vamos, eu e meu pai”, relata o servidor chinês.

Fora da Casa Civil e nos horários em que não está com Dilma, Zhou-Ji cobra 130 reais por sessão particular, em domicílio. Já Gu Hanghu, o pai, cuida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele explica por que não cobram nada pelo tratamento da candidata. “A ministra é nossa amiga e, ajudando a saúde dela, estamos ajudando o Brasil”, afirma.

Em entrevista a VEJA, o chinês pediu que o emprego do filho no governo não fosse mencionado: “Por favor, não diga que ele trabalha lá”.