Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

ACM Neto e Nelson Pelegrino vão para o 2º turno em Salvador

Candidato democrata surpreende e aparece em 1º, com 40% dos votos. Pesquisa de boca de urna divulgada no sábado indicava que petista seria o mais votado

Por Pâmela Oliveira, de Salvador 7 out 2012, 19h58

Os eleitores de Salvador levaram para o segundo turno os candidatos do DEM, ACM Neto, e do PT, Nelson Pelegrino. As últimas pesquisas de intenção de voto confirmavam essa tendência. O resultado oficial do TSE, com 93% das urnas apuradas, dava o primeiro lugar ao democrata, com 40% dos votos; Pelegrino aparece em seguida, com 39%. Apesar de não haver necessariamente surpresa sobre quem vai para a etapa final, o resultado numérico não era esperado: no sábado, uma pesquisa do Ibope indicava o petista em primeiro lugar, com 34%, enquanto ACM Neto teria 29.

O líder do DEM na câmara, que teve apoio do PTN, PPS, PV e PSDB, disse na última quinta-feira que encerrava no primeiro turno “a parte mais difícil da campanha”. O democrata, que concorre pela segunda vez à prefeitura de Salvador, referia-se ao que tem chamado de “campanha desigual”, onde o principal adversário, o petista Pelegrino, tinha 15 minutos de televisão e 30 inserções de propaganda durante a programação televisiva, ante 5 minutos e 11 inserções do DEM.

“Com tempo igual de televisão e com enfrentamento nos debates, já que Pelegrino não vai ter como evitar me enfrentar como fez nos debates do primeiro turno, vamos vencer”, disse o democrata neste domingo pela manhã.

Pelegrino, que tenta ser eleito prefeito de Salvador pela quarta vez, afirmou na manhã deste domingo, pouco antes de votar na Universidade Federal da Bahia, que não temia a disputa no segundo turno. “Estamos tranquilos em relação ao segundo turno. Apresentamos vontade para as cidades. E se for da vontade do eleitor, que tenha o segundo turno, vamos enfrentar com a certeza que somos o melhor para Salvador”.

Continua após a publicidade

Publicidade