Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A nova rotina do ‘mensaleiro-estagiário’ João Paulo

Ex-presidente da Câmara dos Deputados, o petista João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no julgamento do mensalão, começou a trabalhar nesta quinta-feira em um escritório de advocacia em Brasília. O petista desempenhará atividades semelhantes às de um estagiário no escritório de Luís Alexandre Rassi e Pedro Paulo Guerra de Medeiros. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o ex-deputado digitou em um laptop ontem um recurso feito pela advogada Sulamita Augusta, que só usa a máquina de escrever. Com salário de 1.500 reais mensais, João Paulo também fará serviços bancários para os empregadores.

Leia também:

Justiça autoriza João Paulo a trabalhar fora da prisão