Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

À espera de Marina, PSB deve usar horário na TV para homenagear Campos

À espera da decisão da ex-senadora Marina Silva sobre a entrada nas eleições presidenciais, o PSB tem um “plano B” caso o acerto não ocorra até a próxima terça-feira, data do início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. O corpo de Eduardo Campos, morto em acidente aéreo nesta quarta-feira na cidade de Santos (SP), só deverá ser enterrado no domingo – e Marina já avisou que nenhuma decisão será tomada antes disso. A equipe do marqueteiro Diego Brandy prepara duas inserções para homenagear Eduardo Campos. A legislação eleitoral permite que o espaço na propaganda em cadeia de rádio e TV seja utilizado pelo partido dentro do prazo de dez dias, contados a partir da notificação da morte de Campos, para a troca do candidato. Como Marina é a vice na chapa, a equipe da campanha tem prontas falas da ex-senadora e do próprio Campos falando sobre a união para serem exibidas, além de dezenas de agendas que fizeram juntos nos últimos dez meses. Só depende, claro, do aval dela.