Clique e assine a partir de 8,90/mês

Os protestos no Carnaval, a desarmonia entre Poderes e a crise no Ceará

Dora Kramer e Ricardo Noblat comentam a grita dos foliões, a discussão sobre 'parlamentarismo branco' e o embate entre policiais e o senador Cid Gomes

Por Da Redação - Atualizado em 21 fev 2020, 18h25 - Publicado em 21 fev 2020, 17h36

A revista VEJA desta semana traz como destaque uma reportagem sobre os protestos políticos que devem mobilizar foliões no Carnaval 2020. Os exageros verbais do presidente Jair Bolsonaro e o conservadorismo das alas evangélicas instigam a grita em blocos e escolas de samba. Um fenômeno, nas palavras de Dora Kramer, influenciado por “todas as coisas carnavalescas que o governo produziu este ano.”

Ricardo Noblat nota que, mesmo durante o regime militar, o Carnaval se manifestou “em tom de galhofa e crítica explícita”. Dora aponta que o governo deveria ficar atento ao tom dos protestos que virão: eles apontam para o sentimento de insatisfação crescente da população.

Os colunistas também falam sobre os atritos entre o Congresso e o Executivo, intensificados por áudios vazados do general Heleno, e o episódio violento que envolveu policiais em greve e o senador Cid Gomes.

Publicidade