Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

O encontro dos Brics em Brasília

Thomas Traumann analisa o encontro entre os países do grupo

Por Da Redação - Atualizado em 13 nov 2019, 20h01 - Publicado em 13 nov 2019, 18h53

O Brasil recebe a partir desta quarta-feira, 13, a reunião dos Brics, que, além do Brasil, tem Rússia, Índia, China e África do Sul. Mas qual a importância desse encontro?

A ideia é facilitar a integração entre esses países, não só comercial, mas também cultural. O problema é que todos os países do grupo orbitam diante da China. Por exemplo, o comércio brasileiro com a índia é muito baixo, assim como é com a Rússia e a África do Sul. A China é o grande país e o resto fica em volta dela como irmãos menores. Se o país asiático quiser que os Brics funcionem, o grupo vai funcionar. Se não, o clube vai morrer de inanição.

Entenda mais neste episódio do podcast Traumann Traduz

Publicidade