Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fábio Faria, o homem com uma missão de paz dentro do governo

Conheça a trajetória e as polêmicas do novo ministro das Comunicações que precisará trabalhar como ponte na relação entre governo e Congresso Nacional

Por Thomaz Molina - Atualizado em 6 ago 2020, 22h13 - Publicado em 6 ago 2020, 16h23

Fábio Faria é um deputado conhecido pelo currículo amoroso recheado de personalidades: namorou com Priscila Fantin, Adriane Galisteu e Sabrina Sato antes de se casar com Patrícia Abravanel, filha do apresentador Silvio Santos. Na Câmara, é considerado um parlamentar com trânsito entre vários partidos. E essa ‘popularidade’ entre os colegas o levou para comandar o recém recriado Ministério das Comunicações. Mais do que questões como o 5G, Faria assume a pasta com a missão de melhorar a relação entre governo e Congresso Nacional.

Mas Fábio Faria chegou ao governo Bolsonaro com alguma desconfiança por parte dos apoiadores do presidente: o deputado já expressou publicamente que ajudou a eleger Lula em 2002 e 2006, e a sucessora do petista, Dilma Rousseff, em 2010. E já deu explicações sobre sua suposta relação com a esquerda até no canal do YouTube de Eduardo Bolsonaro.

Conheça os detalhes de cada etapa da história de Fábio Faria em mais uma edição do podcast Funcionário da Semana

Publicidade