Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como amizade entre os presidentes da Câmara e do Senado incomoda Bolsonaro

Deputados e senadores estão trabalhando para reduzir o poder do presidente da República. Thomas Traumann faz uma análise do caso neste episódio do podcast

Poucas vezes na história o presidente da Câmara e o presidente do Senado se deram tão bem como Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. E isso é ruim para o presidente Jair Bolsonaro.

Ao romper com Rodrigo Maia, Bolsonaro perdeu a chance de aprovar no Congresso várias ideias que seus eleitores consideram importante. E fez com que seus apoiadores lotassem a caixa de entrada dos parlamentares. E desagradou tanto o presidente da Câmara quanto o do Senado, que saboreiam uma vingança discreta e lenta.

E a reforma da Previdência está cada dia mais parecida com uma reforma acordada pelos parlamentares e não a idealizada por Paulo Guedes

O jornalista Thomas Traumann analisa o caso neste episódio do podcast Traumann Traduz:

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jose Paraense

    As atitudes do Sr. Maia são visivelmente arquitetadas para travar os projetos do Governo emperrando o desenvolvimento do país. O Sr Alcolumbre disse pra que veio ao comemorar a derrota do Decreto das Armas num abraço vergonhoso em Molon. Alias, o povo que tanto apostava ser ele diferente de Renan o vê agora como um Judas. As Redes sociais mostram a indignação. Diante de tantas perseguições, Bolsonaro fica mais forte dia a dia.

    Curtir

  2. Jose Paraense

    A dupla que atrasa o País.

    Curtir

  3. André Liberdade de Expressão é meu direito CF Art Quinto

    Duas facadas nas costas do Bolsonaro! Maldito Onyx Lorenzoni! Tinha gente muito melhor(em competência e caráter) para presidir a Camara e o Senado.

    Curtir