Clique e assine a partir de 8,90/mês

Como a eleição americana muda a sua vida?

Thomas Traumann analisa o impacto da disputa presidencial nos Estados Unidos aqui para o Brasil

Por Thomas Traumann - Atualizado em 29 jun 2020, 17h22 - Publicado em 29 jun 2020, 16h51

Os americanos vão às urnas no dia 3 de novembro para decidir o futuro de Donald Trump e, indiretamente, o do Brasil.

Como assim? Até fevereiro, a reeleição de Trump a vitória era provável. A economia americana completava dez anos de crescimento e o emprego estava no mais baixo nível de sua história. Mas aí chegou a pandemia, a economia parou, o desemprego subiu e a oposição democrata se organizou.

Trump também ajudou: minimizou os efeitos da pandemia, brigou com governadores e disse que a cloroquina ia resolver todos os problemas. A recessão e a polarização política estraçalharam o favoritismo do atual presidente.

E o que uma vitória de Joe Biden impactaria o Brasil? O país seria tratado como uma Venezuela da direita, já que Jair Bolsonaro é tudo que os democratas execram: um governo com claro viés autoritário e com uma postura ambiental horrível.

Entenda nesta edição do podcast Traumann Traduz

Continua após a publicidade
Publicidade