Clique e assine a partir de 9,90/mês

Augusto Aras: o homem que está fazendo o que Romero Jucá sonhou

Thomas Traumann analisa a atuação do procurador-geral da República, que foi indicado por Jair Bolsonaro há cerca de um ano

Por Thomas Traumann - Atualizado em 8 set 2020, 16h28 - Publicado em 8 set 2020, 16h13

De todas as nomeações feitas por Jair Bolsonaro, nenhuma foi mais importante do que a de Augusto Aras, procurador-geral da República, há um ano. Nesse período, ele destruiu a Operação Lava Jato.

A Lava Jato conseguiu desvendar bilhões em corrupção no Brasil, mas é inegável que houve um exagero de Deltan Dallagnol no comando da ação. E com o tempo, Deltan saiu do comando da operação em Curitiba, procuradores em São Paulo pediram demissão coletiva e o procurador que investigava a principal operação contra a JBS também saiu.

E o que tudo isso quer dizer? Que Aras está conseguindo fazer o que o ex-senador Romero Jucá chamava de ‘estancar a sangria’.

Entenda nesta edição do podcast Traumann Traduz

Publicidade