Clique e assine com 88% de desconto

A ameaça fantasma da volta da CPMF

Thomas Traumann analisa as propostas do governo para a criação de um novo imposto

Por Da Redação - Atualizado em 19 dez 2019, 20h09 - Publicado em 19 dez 2019, 19h18

O que é tem que tem rabo de CPMF, cheiro de CPMF e focinho de CPMF? O ministro da Economia Paulo Guedes jura que não é CPMF, mas é. Ele está preparando um novo imposto que vai cobrar a cada operação financeira feita online, tanto pelo computador quanto pelo celular. Ou seja, a cada vez que você transferir dinheiro para alguém ou pagar uma conta no internet banking, o governo vai querer uma lasquinha.

E é uma grande contradição, já que os bancos investem bilhões de reais para fazer com que você use cada vez mais os aplicativos e só vá na agência em casos excepcionais. Sempre bom lembrar que a ideia de criação da CPMF foi um dos fatores que ajudaram na queda de Dilma Rousseff.

Mas Paulo Guedes tem os seus motivos para achar que a volta da CPMF é uma boa ideia. Mas esse tributo é um imposto ruim. E a reação no meio político é negativa.

Entenda neste episódio do podcast Traumann Traduz

Publicidade