Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wenger: ‘Disse que Mbappé seria um Pelé francês… e eu estava certo”

Treinador elogiou a qualidade e maturidade do atacante do PSG

O treinador francês Arsene Wenger voltou a rasgar elogios ao compatriota Kylian Mbappé. Ao chegar à cerimônia do Laureus, conhecido como o Oscar do esporte, em Mônaco, nesta segunda-feira, 18, o técnico que deixou o Arsenal em 2018 após 22 anos, relembrou uma previsão que fez em 2017 – e que, segundo ele, foi correta.

“A primeira vez que vi Mbappé disse que tínhamos um Pelé na França. E, felizmente, eu estava certo. Veja a maneira como esse garoto de apenas 20 anos se comporta, a forma como joga também, claro. Ele está sempre lá, relaxado, tranquilo, é inteligente e sempre comparece quando o time necessita. Acredito que a pergunta agora é quão longe ele pode chegar. Mas ele já é um jogador de primeira linha”, disse Wenger.

Em 2017, assim que Mbappé se transferiu do Monaco para o Paris Saint-Germain, Wenger fez a audaciosa previsão em entrevista ao programa Téléfoot, da televisão francesa TF1. “Para mim, ele pode se tornar um novo Pelé. Ele não tem limites em seu jogo, possui apenas 18 anos. Ele ainda irá adquirir mais potência em dois ou três. Além disso, tem grande disponibilidade com a bola, sempre se mostrando apto para recebê-la.”

No Mundial da Rússia, em 2018, Mbappé igualou justamente uma marca de Pelé que já durava 60 anos: se tornou o segundo atleta com menos de 20 anos a marcar um gol na final e ser campeão do mundo. Desde então, o atacante do PSG vem mantendo boa relação com Pelé nas redes sociais – chegou a ganhar numa camisa do Santos autografada pelo rei.