Clique e assine a partir de 9,90/mês

Wagner Pires de Sá renuncia à presidência do Cruzeiro

Clube não explicou o motivo do desligamento e disse aguardar a saída de um vice-presidente

Por Da Redação - Atualizado em 19 dez 2019, 18h22 - Publicado em 19 dez 2019, 18h09

O Cruzeiro anunciou nesta quinta-feira 19, em nota oficial, que Wagner Pires de Sá assinou sua carta de renúncia ao cargo de presidente do clube, recentemente rebaixado à Série B do Brasileirão. No início da semana, torcedores protestaram em frente à casa do cartola, em Belo Horizonte.

O clube mineiro informou que o 1º vice-presidente Hermínio Francisco Lemos também entregou o cargo e agora aguarda que o segundo vice, Ronaldo Granata, que está rompido com a atual direção, faça o mesmo, para que a renúncia coletiva seja oficializada.

Na semana passada, outro importante nome da diretoria deixou o clube: Zezé Perrella entregou os cargos de gestor de futebol e presidente do Conselho Deliberativo depois de apenas dois meses de trabalho se dizendo “machucado” pela repercussão do primeiro rebaixamento da história do clube. José Dalai Rocha, seu substituto no Conselho, vem, desde então, tentando costurar um acordo de renúncia coletiva da atual diretoria.

 

Continua após a publicidade

Confira a nota oficial:

O Cruzeiro Esporte Clube vem a público informar que o presidente do Clube, Wagner Pires de Sá, e o 1º vice-presidente, Hermínio Francisco Lemos, assinaram na tarde desta quinta-feira a carta de renúncia aos seus respectivos cargos no Clube Celeste.

O Clube ainda comunica que na manhã desta sexta-feira ambos farão a entrega da carta ao presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, José Dalai Rocha.

Portanto, ficará faltando a carta de renúncia do segundo vice-presidente, Ronaldo Granata.

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade