Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Voo do Palmeiras à Argentina arremete duas vezes e pouso muda de lugar

Alguns membros da delegação alviverde chegaram a passar mal durante as tentativas de aterrissagem

Depois da derrota para o Ceará neste sábado, o time do Palmeiras passou por outro grande susto: a viagem turbulenta para a Argentina, onde enfrenta o Godoy Cruz, na terça-feira, pela Copa Libertadores da América. O voo que levou a delegação palmeirense de Fortaleza até a cidade de Mendoza não conseguiu pousar no aeroporto local dada a condição climática na região. Fortes ventos fizeram com que o piloto da aeronave que conduzia o time brasileiro arremetesse duas vezes e obrigaram o time a ficar na capital Buenos Aires.

Um membro da delegação afirmou que algumas pessoas chegaram a passar mal durante a turbulência, porque o avião balançou muito. Não houve gritaria ou desempero, apenas um clima de apreensão durante alguns minutos.

A aeronave fretada levaria o Palmeiras diretamente de Fortaleza para Mendoza. Como as condições no destino final não permitiram a aterrissagem, o piloto decidiu seguir para o aeroporto mais próximo, em Rosário. Depois, houve uma escala em Buenos Aires para o abastecimento do avião e uma nova tentativa. Os ventos fortes não cessaram e a delegação decidiu ficar na capital argentina.

A saga palmeirense durou 13 horas. A equipe saiu à 0h deste domingo de Fortaleza e só pode descansar no hotel, em Buenos Aires, no começo da tarde.