Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vídeo: Árbitra é agredida a socos em jogo de futsal universitário no Piauí

Eliete Fontenele caiu no chão depois de ser atingida no rosto na quadra da Universidade Federal do Delta (UFDPar)

Por Da Redação - Atualizado em 4 jun 2019, 17h33 - Publicado em 4 jun 2019, 17h27

A árbitra Eliete Fontenele foi agredida a socos na noite da última segunda-feira, 4, em Parnaíba, no litoral do Piauí. Ela apitava uma partida de futsal na Universidade Federal do Delta (UFDPar), quando jogadores de duas equipes se envolveram em uma confusão. Ela expulsou três jogadores e acabou recebendo socos do terceiro, que fugiu do local.

O agressor, identificado como Rodrigo Quixaba, reclamou com Eliete pela expulsão de um companheiro; em seguida, ela mostrou o cartão vermelho para ele, que ficou irritado e deferiu três socos no rosto da árbitra, que caiu no chão, com ferimentos internos na boca, e foi auxiliada por alunos e alguns jogadores.

A polícia foi acionada e Eliete passou por exames de corpo de delito para posteriormente registrar um boletim de ocorrência contra o agressor. Rodrigo Quixaba ainda não foi encontrado pelos policiais da cidade. “Eu vou tomar todas as medidas possíveis. O que eu puder fazer para que ele seja preso, vou fazer. Ele tem que pagar pelo erro dele. Ele deveria pensar duas vezes antes de agredir alguém, ainda mais uma mulher”, disse a árbitra, em entrevista ao portal piauiense O Dia.

Eliete também relatou ao jornal que passou por diversos casos de machismo durante os mais de 20 anos de carreira, mas nunca havia sido agredida. “Sempre apitei jogos na Universidade Federal, mas essa foi a primeira vez em que ele esteve jogando. Ele sempre teve um comportamento muito agitado e nervoso, mas nunca chegou a jogar.”

Publicidade