Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Veja o desempenho dos brasileiros contra rivais da Sul-americana

Jogos acontecem entre fevereiro e junho

O sorteio da Copa Sul-americana aconteceu na noite desta terça (31), na sede da Conmebol, definindo o rival de seis clubes brasileiros que disputam a primeira fase do torneio.

Com isso, ficou definido que o Corinthians enfrenta o Universidad de Chile, a Ponte Preta enfrenta o Gimnasia y Esgrima de La Plata, o Sport encara o Danubio, o Cruzeiro pega o Nacional do Paraguai, o São Paulo enfrenta o Defensa y Justicia e o Fluminense encara o Liverpool uruguaio.

Mas qual o desempenho desses brasileiros contra esses times e equipes desse país em jogos oficiais. Já se enfrentaram? Veja abaixo.

Corinthians x Universidad de Chile-CHI

Em jogos oficiais contra clubes chilenos, são 12 jogos do Timão, com oito vitórias, dois empates e duas derrotas, com 26 gols pró e 11 contra. O Timão nunca enfrentou clubes do Chile na Copa Sul-americana, mas fez quatro jogos pela Copa Mercosul, com duas vitórias, um empate e uma derrota, com cinco gols pró e dois contra.

Em mata-mata contra chilenos, apenas um duelo, na Copa Mercosul de 2001, na fase quartas de final, contra a Universidad Católica, com o Corinthians avançando.

Contra a Universidad de Chile, apenas dois jogos, na fase de grupos da Libertadores de 1996.

22/03/1996 – Universidad de Chile 1 x 0 Corinthians (Fase de grupos – Copa Libertadores)16/04/1996 – Corinthians 3 x 1 Universidad de Chile (Fase de grupos – Copa Libertadores)

Ponte Preta x Gimnasia y Esgrima-ARG

A Ponte tem quatro jogos contra equipes argentinas, todas pela Copa Sul-americana, com uma vitória, dois empates e uma derrota, com três gols pró e três contra. 

Foram dois duelos em mata-mata, contra Vélez  Sarsfield e Lanús, na mesma edição da Sul-americana, em 2013. Contra o Vélez, nas quartas, a Ponte avançou, inclusive vencendo na Argentina. Já na final, contra o Lanús, acabou perdendo e sendo vice-campeã.

Sport x Danubio-URU

O Sport nunca enfrentou times uruguaios em jogos oficiais. Recentemente, em 2015, fez um amistoso de começo de temporada contra o Nacional, e venceu por 2 x 1, com gols de Samuel e Danilo Barcelos na Arena Pernambuco. Durval, contra, fez o gol dos uruguaios.

Cruzeiro x Nacional-PAR

O Cruzeiro tem uma vasta lista de confrontos contra clubes paraguaios. São 22 jogos oficiais, por Libertadores, Supercopa e Supercopa Masters, com 14 vitórias do Cruzeiro, seis empates e duas derrotas, com 47 gols para os mineiros e 20 para os paraguaios.

Em mata-mata contra os paraguaios, o Cruzeiro tem sete duelos contra os paraguaios, com sete vitórias. Na primeira fase da Supercopa de 1989, passou pelo Olimpia. Na semifinal da Supercopa de 1991, passou pelo mesmo Olimpia nos pênaltis. Já na semifinal do torneio em 1992, avançou sobre o mesmo Olimpia, com vitória no Paraguai.

Depois voltou a enfrentar o Olimpia na primeira fase da Supercopa de 1994, passando pelo rival com goleada em casa. Um ano depois, em 1995, venceu a final da Supercopa Masters contra o mesmo Olimpia.

Voltou a enfrentar paraguaios na pré-Libertadores de 2008 e passou pelo Cerro Porteño com duas vitórias. Já nas oitavas de final da Libertadores de 2014, o Cruzeiro passou pelo Cerro com vitória no Paraguai.

Apesar dos muitos jogos, o Cruzeiro nunca enfrentou o Nacional.

São Paulo x Defensa y Justicia-ARG

Contra os argentinos, o São Paulo tem 57 jogos oficiais, com 23 vitórias, 13 empates e 21 derrotas, com 71 gols pró e 65 gols contra.

E os duelos são por Libertadores, Supercopa, Mercosul, Copa Ouro, Recopa e claro, Copa Sul-americana. Nesta, são seis duelos, com três vitórias um empate e duas derrotas, com sete gols pró e cinco contra. 

O primeiro duelo no torneio foi contra o River Plate, na semifinal de 2003. O River passou nos pênaltis. Já nas oitavas de 2007, o Tricolor passou pelo Boca Juniors nas oitavas pelo gol fora de casa. Já na decisão de 2012, contra o Tigre, o São Paulo chegou à final.

Em mata-matas contra argentinos, são 15 confrontos, com oito classificações são-paulinas e sete argentinas.

Contra o Defensa y Justicia, o Tricolor nunca jogou em partidas oficiais.

Fluminense x Liverpool-URU

São apenas três jogos oficiais contra clubes uruguaios. Na Copa Rio de 1952, o Flu fez 3 x 0 no Peñarol. Já na Libertadores de 2011, na fase de grupos do torneio, empatou em casa com o Nacional por 0 x 0 e perdeu no Uruguai por 0 x 2.

Assim, são três jogos, com uma vitória, um empate e uma derrota, com três gols para o Flu e dois para o Peñarol.