Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

VAR ofusca duelo entre Lucas Moura e Gabriel Jesus no Campeonato Inglês

Ex-palmeirense teve gol anulado na partida entre seu Manchester City contra o Tottenham, do ex-São Paulo. Jogo terminou empatado em 2 a 2

O polêmico VAR, que tem feito das suas no campeonato brasileiro, foi protagonista da partida entre Manchester City e Tottenham pelo Campeonato Inglês, realizada na tarde deste sábado, 17, no Etihad Stadium, em Manchester. Gabriel Jesus teve um gol anulado aos 47 minutos do segundo tempo porque árbitro de vídeo registrou um toque de mão de Laporte, companheiro de time de Jesus. Com o resultado, apenas Liverpool e Arsenal contabilizam duas vitórias nas primeiras duas rodadas do campeonato.

O Manchester City dominou a partida: foram trinta finalizações contra três da equipe rival. Mas o Tottenham costuma ser uma pedra no sapato do time comandado por Pep Guardiola – basta lembrar da eliminação imposta pela equipe londrina aos rivais na Liga dos Campeões. Sterling abriu o placar para o Manchester ao 20 minutos, escorando de cabeça um cruzamento de De Bruyne. A resposta do Tottenham chegou três minutos depois. Lamela recebeu no meio e disparou para o gol. O jogador aproveitou o descuido do goleiro brasileiro Ederson que, mal colocado, não conseguiu efetuar a defesa.

De Bruyne voltou a ser decisivo para o Manchester City. Aos 35 minutos do primeiro tempo, ele fez um um cruzamento rasteiro e o argentino Agüero desviou para o gol. Dois a um Manchester. Na segunda etapa, brilhou a estrela do brasileiro Lucas Moura. O ex-jogador do São Paulo e do Paris Saint German, esnobado nas últimas convocações da seleção brasileira, substituiu Winks aos 10 minutos do segundo tempo. No minuto seguinte, depois da cobrança de escanteio de Lamela, ele se antecipou a Walker e marcou de cabeça: Manchester 2 a 2.

A disputa entre as equipes foi marcada também por uma discussão ríspida entre Agüero e Pep Guardiola. O argentino não gostou de ter sido substituído por Gabriel Jesus e foi tirar satisfações com o técnico. Após uma troca ríspida de palavras, o atacante sentou no banco de reservas. A dupla se abraçou depois do gol de Jesus – que acabou sendo anulado.