Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vaiado em Itaquera, Mina lamenta ‘loteria’ dos pênaltis

Zagueiro com passagem pelo Palmeiras foi um dos personagens do jogo e não se intimidou com provocações

O zagueiro colombiano Yerry Mina, de passagem marcante pelo Palmeiras e atualmente no Everton, da Inglaterra, foi um dos personagens da derrota de sua seleção diante do Chile, na Arena Corinthians, nesta sexta-feira, 29. Vaiado a cada toque na bola na casa do antigo rival, o jogador não se intimidou e até se animou a relembrar suas famosas danças depois de marcar seu gol na cobrança de pênalti. Minutos depois, saiu frustrado com mais uma eliminação da Colômbia na marca da cal.

Apesar da decepção evidente em seu semblante, Mina parou para atender a imprensa numa área pouco habitual, fora da zona mista, já perto do estacionamento. E evitou comentar sobre as vaias dos corintianos. “Tranquilo… saio agradecido a Deus, mas triste por que não era o que queríamos. Agora temos de olhar o que fizemos bem e mal. É triste sair assim de novo nos pênaltis, como na Copa, mas temos de trabalhar, porque coisas boas virão”, disse, recordando a derrota para a Inglaterra, nas oitavas de final da última Copa.

O defensor se incomodou com a pergunta de um jornalista de seu país, que citou uma possível falta de concentração do time. “Não achou que estávamos concentrados? Acho que fizemos nosso trabalho, demos nosso melhor pela Colômbia, nossos familiares… os pênaltis são uma loteria.” Depois de atender a todos os presentes com calma, o defensor deixou a arena de cabeça baixa.