Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Um raro aniversário para Messi: em família e com motivo para comemorar

O camisa 10 completa 32 anos de idade e, mesmo concentrado com a seleção argentina no Brasil, pode celebrar de uma forma incomum em sua carreira

PORTO ALEGRE – O dia 24 de junho marca o aniversário de grandes nomes do esporte argentino: do ex-jogador de futebol Juan Román Riquelme (41 anos), do piloto pentacampeão da Fórmula 1 Juan Miguel Fangio (morto em 1995, aos 84 anos) e do maior ídolo da atualidade, Lionel Messi. Nesta segunda-feira, 24, o camisa 10 da Argentina completa 32 anos e com bons motivos para sorrir. Sua família está no Brasil e o capitão do time tirou um peso das costas com a classificação para as quartas de final da Copa América.

Na última década, Messi passou o aniversário com a seleção em sete oportunidades, nem todas com os filhos por perto ou em bom momento. No ano passado, por exemplo, a Argentina tinha acabado de perder por 3 a 0 para a Croácia e corria o risco de nem se classificar para a segunda fase da Copa do Mundo. Desta vez, o craque demonstrou alívio. “Nos deram uma vida e aproveitamos. Agora começa outra Copa”, afirmou um confiante Messi, na saída da Arena do Grêmio, no domingo 23.

Após a vitória contra o Catar por 2 a 0, Messi relembrou as outras vezes que esteve com a seleção no dia e falou sobre como serão as comemorações. “Será como nos últimos 12 anos. Sempre estou aqui. Creio que só uma vez passei em casa. Mas minha família veio e vou ficar um pouco com eles”. A esposa Antonella e os filhos Thiago, Mateo e Ciro estiveram na Arena do Grêmio e comemoraram a classificação da Argentina com uma homenagem ao jogador.

Não foi a primeira vez que Messi comemorou o aniversário em Porto Alegre. Na Copa do Mundo de 2014, a data caiu na véspera da partida contra a Nigéria. A delegação comemorou com um bolo para o craque e, como presente, ele marcou dois gols na partida do dia seguinte.

Messi está acostumado a apagar velinhas diante dos colegas de seleção (@Argentina/Twitter)