Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Uefa abole regra do gol fora de casa em suas competições

Entidade disse que "justiça" do critério vinha sendo questionada e apresentou dados para basear a mudança

Por Da Redação 24 jun 2021, 13h47

A Uefa anunciou nesta quinta-feira, 24, o fim da regra do gol fora de casa em suas competições de clubes a partir da próxima temporada. A mudança aprovada pelo Comitê Executivo da federação europeia afeta a Liga dos Campeões, a Liga Europa, a nova Conference League e também torneios de categorias de base e a Champions feminina.

Portanto, a partir da temporada 2021/2022, em caso de empate no resultado agregado de duas partidas eliminatórias, haverá prorrogação (dois tempos de 15 minutos) e, em caso de nova igualdade, disputa de pênaltis. Antes, em caso de empate na somatória dos confrontos, o time que tivesse marcado mais gols na casa do adversário seria o classificado. O presidente da Uefa, Aleksander Čeferin, admitiu que a “justiça” do critério vinha sendo questionada.

“A regra do gol fora de casa foi parte intrínseca dos torneios da Uefa desde que foi lançada, em 1965. Porém, a abolição foi debatida em vários encontros nos últimos anos. Apesar de não haver uma unanimidade, muitos técnicos, torcedores e participantes do futebol questionavam a sua justiça. Hoje em dia a vantagem de se jogar em casa não é tão significativa quanto antes”, declarou o presidente da Uefa, em nota.

  • A intenção da regra era incentivar os visitantes a deixar a retranca e buscar os gols na casa do adversário. No entanto, o que se viu nos últimos anos, em muitos casos, foram equipes mandantes cada vez mais cautelosas, o que reduziu o número de gols. A Uefa citou dados que comprovam que os gols fora de casa já não têm mais tanto peso como antigamente.

    Estatísticas levantadas desde o início da década de 1970 até agora mostraram redução clara e contínua na diferença entre o número de vitórias em casa e fora de casa (começou em 61% de vitórias e 19% de derrotas para os mandantes, com 20% de empates e hoje estava em 47% de triunfos, 30% de revezes e 26% de igualdades. O número médio de gols por jogo marcados em em casa/fora foi de 2,02/0,95 para 1,58/1,15. 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade