Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Túlio Maravilha escala sua seleção ideal com craques do presente e do passado

Ele jogou em 36 times de 15 estados e quatro países, fora o Brasil (Suíça, Hungria, Bolívia e Arábia Saudita). Pelas suas contas, fez 1.000 gols. Seu auge foi no Botafogo, campeão brasileiro de 1995, onde virou ídolo. Aos 46 anos, Túlio é palestrante

Por Redação PLACAR Atualizado em 2 mar 2017, 16h52 - Publicado em 20 jan 2016, 10h15

ESQUEMA 3-5-2

Goleiro

TAFFAREL- Brasil

“Fazia a defesa difícil ficar fácil.Sempre esperava o último toque do atacante.”

Zagueiro

ALDAIR – Brasil

“A gente ficava na dúvida se era destro ou canhoto, tamanha a qualidade.”

Zagueiro

BECKENBAUER- Brasil

“Marcou época como jogador no Bayern de Munique e como treinador.”

Zagueiro

NÍLTON SANTOS – Brasil

“Se eu não falar dele, estou louco. O próprio apelido já diz, era uma Enciclopédia.”

Volante

ZIDANE – França

“Vai de volante porque esse time podia até tomar gols, mas faria o dobro.”

Meia

GARRINCHA – Brasil

Continua após a publicidade

“Aqui, vai jogar de meia. No Botafogo, fui campeão jogando com a 7 dele.”

Meia

ZICO – Brasil

“Foi meu ídolo de infância, mas, hoje, eu não quero nem passar perto do Flamengo.”

Meia

MARADONA – Argentina

“Não era um artilheiro, mas ganhou uma Copa e mudou a história do Napoli.”

Meia

MESSI – Argentina

“É tudo o que o Maradona foi, mais o lado artilheiro. Só falta a Copa do Mundo.”

Atacante

PELÉ – Brasil

“Esse é brincadeira. O que eu demorei 20 anos, ele fez em 11. É mole?”

Atacante

TÚLIO MARAVILHA – Brasil (Ele mesmo)

“Eu jogava mais ou menos. Mas consegui meu objetivo, deixei minha história.”

Técnico

TELÊ SANTANA – Brasil

“Com tantas estrelas, ele iria chegar e falar: ‘Joguem o futebol-arte de vocês’.”

Continua após a publicidade
Publicidade