Tudo sobre o caso Neymar: sexo, mensagens e acusações

Modelo diz que foi violentada pelo jogador. Caso segue sendo investigado

Por Da redação - Atualizado em 1 jul 2019, 11h40 - Publicado em 7 jun 2019, 17h51

O caso de acusação de estupro do atacante Neymar feito pela modelo Najila Trindade mobilizou as atenções neste mês de junho. Muitos fatos, fotos, trocas de mensagens e acusações foram surgindo na história. Veja, dia a dia, os acontecimentos do caso Neymar.

1° de junho

Neymar é acusado de estupro por uma mulher brasileira, em encontro em hotel, na cidade de Paris, no dia 15 de maio. O Boletim de Ocorrência foi feito no dia 31 de maio, em São Paulo. Na denúncia, a mulher, que vive no Brasil, afirmou ter conhecido o jogador por meio do Instagram e, depois de várias conversas, Neymar a convidou para viajar a Paris, onde os dois se encontraram e ele a teria violentado.

2 de junho

No dia seguinte à acusação, Neymar divulga um vídeo em seu Instagram declarando-se inocente e divulgando o conteúdo da conversa que teve com a mulher. A maioria das fotos que aparecem estão borradas, mas uma delas revela o rosto da modelo. O nome dela também aparece na divulgação.

3 de junho

Na segunda-feira, o Instagram retira do ar a publicação de Neymar por “violar as Diretrizes da Comunidade”. Em entrevista ao programa Aqui na Band, da Rede Bandeirantes, Neymar pai vai a público defender o filho e afirma que o jogador foi ameaçado e teve filmado o segundo encontro com a mulher, no dia 16 de maio, no hotel em Paris. No mesmo dia, durante entrevista do treinador Tite, policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) foram à Granja Comary para investigar o vídeo publicado por Neymar. Davi Tangerino, advogado responsável por defender Neymar, disse que o jogador se apresentaria voluntariamente à polícia em São Paulo. Já o advogado de Najila Trindade, a mulher que acusa o jogador, José Edgard da Cunha Bueno Filho, disse ao Jornal Nacional que havia deixado o caso porque Najila teria admitido que o ato sexual foi consensual.

Publicidade

4 de junho

Nadine, mãe de Neymar, e Rafael Santos, a irmã, usam as redes sociais para criticar Najila Trindade, mulher que acusa o jogador de estupro. Ambas desejaram que “Deus a perdoe”.

5 de junho

Parte do vídeo do segundo encontro entre Neymar e Najila Trindade, do dia 16 de maio, vaza. Nas imagens, escuta-se a música ao fundo e ruídos de troca de beijos. A modelo leva Neymar até a cama para, em seguida, desferir tapas no jogador. “Você me agrediu ontem. Me deixou aqui sozinha”, diz ela. À noite, Najila concede entrevista ao SBT e diz que a agressão começou por falta de preservativo. “Eu não tenho. E ele respondeu que não. Então eu disse que não ia acontecer nada além disso… e continuamos… Então ele me virou e praticou o ato.” Enquanto a entrevista era transmitida, Neymar jogava pela seleção brasileira contra o Catar, em Brasília, e se lesionou nos primeiros minutos de jogo. A lesão tirou o jogador da Copa América.

6 de junho

Neymar foi levado para o hospital, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) o visitou e desejou rápida recuperação. Na manhã desta quinta-feira, a Mastercard suspenderu campanha com Neymar. Em áudio divulgado pela Rede Record, Najila pede que Neymar reconheça seu erro e faça exame antidrogas. Neymar posta foto de seu tornozelo lesionado e presta depoimento à polícia do Rio de Janeiro por crime de internet. Após o depoimento, Neymar fez uma breve declaração e disse que se sentiu muito amado pelo apoio e carinho do público. No fim da noite, a TV Record divulga novos trechos da conversa de Neymar com Najila, que enviou foto de sua nádega e fez uma reclamação. O jogador respondeu em tom de brincadeira: “As marcas, você foi culpada também (risos). Você pedia mais”. A advogada de Najila, Yasmin Abdalla, revela que sua cliente teve o apartamento arrombado em São Paulo.

O mais antigo BO de Najila Trindade

7 de junho

De Buenos Aires, o presidente Jair Bolsonaro volta a manifestar apoio a Neymar. “Pelo que vi até agora, o Neymar é inocente.” No mesmo dia, deputado federal do PSL-RJ, Carlos Jordy, propôs um projeto de lei que aumenta a pena para crimes de calúnia contra a “dignidade sexual”, apelidado de “Neymar da Penha”. Najila depõe na Delegacia da Mulher, no Bairro de Santo Amaro, em São Paulo. Enquanto isso, Neymar aumentava o número de seguidores em seu Instagram e prestava depoimento na DCRI do Rio, alegando que seus assessores editaram o vídeo de sua defesa, que continha imagens íntimas da modelo. Um outro Boletim de Ocorrência envolvendo Najila, de 2014, aponta ela como autora e vítima, em caso envolvendo seu ex-marido. Em seu depoimento, Najila diz que teve roubado o tablet onde estava o vídeo completo com cenas que comprometeriam Neymar. Ao deixar a delegacia, seis horas após depoimento, Najila sai carregada por seu advogado.

Publicidade

8 de junho

PSG informa que lesão de Neymar o deixará de fora dos gramados por quatro semanas.

9 de junho

É revelado o motivo pelo qual Najila queria usar preservativo em relação com Neymar: o objetivo era evitar doenças sexualmente transmissíveis. A Polícia Civil decide não fazer acareação do caso, pois ambos reconhecem o encontro sexual. Na noite do domingo, Najila concede entrevista à Rede Record e pede para a deixarem em paz.

10 de junho

No fim da noite da segunda-feira, o advogado de Najila, Danilo Garcia de Andrade deixa o caso. Em entrevista ao SBT, ele afirmou que se retirou por que foi acusado de pela cliente de ter roubado seu tablet, onde estaria o suposto vídeo contra Neymar. “Ela diz que pegou uma marcação de rastreamento desse tablet e que ele estaria na avenida onde é o meu escritório. Ela foi muito enfática e um cliente não deve colocar a idoneidade de um advogado, ainda mais um advogado que sai de uma delegacia carregando ela nos braços. A minha idoneidade moral está acima de qualquer valor”, disse Danilo.

12 de junho

Polícia Civil fez um Boletim de Ocorrência contra Najila Trindade após entrevista ao SBT. Nela, Najila insinuou que a polícia “estaria comprada” no seu caso. O ex-marido de Najila, Estivens Alves prestou depoimento à polícia e na saída concedeu entrevista em que confirmou sinais de arrombamento no apartamento da ex-esposa, mas negou saber da existência do tablet, que teria imagens da suposta agressão de Neymar.

Publicidade

13 de junho

O consultor Estivens Alves, ex-marido de Najila Trindade, afirmou que o filho do casal está sendo acompanhado por um psicólogo depois do escândalo envolvendo a mãe. Neymar chegou à São Paulo para depor sobre a acusação de estupro. A polícia isolou a Delegacia da Mulher de Santo Amaro para o jogador da seleção brasileira não ser contatado, mesmo assim, um grupo de fãs foram ao local para mostrar seu apoio a Neymar

17 de junho

Justiça emite um mandado de busca e apreensão do celular de Najila Trindade. A modelo havia dito em depoimento que entregaria o aparelho até o dia 11 de junho, mas não o entregou. O celular que foi entregue após o período era um outro aparelho, que nada tinha a ver com o caso.

18 de junho

Após deixar seu imóvel, em São Paulo, Najila esteve na Bahia, com o pai. O sumiço da modelo chamou atenção, mas ele voltou à capital paulista e prestou depoimento na delegacia sobre o caso do celular, que teria o vídeo incriminatório a Neymar. Na noite da terça-feira, o novo advogado do caso, Cosme Araújo, disse que a modelo havia perdido o celular com as provas. 

19 de junho

Foco de Neymar passa a ser seu futuro nos gramados. O atacante disse que não deseja mais jogar no PSG e mídia espanhola fala de propostas de Real Madrid e Barcelona.

Publicidade

20 de junho

Polícia francesa anuncia que recolheu imagens do hotel em que Najila e Neymar se encontraram em Paris. As imagens ficam à disposição da polícia brasileira.

25 de junho

Najila recebe ordem de despejo de seu apartamento, em São Paulo, e diz que se mudará.

29 de junho

Ministério Público de São Paulo considera pedir um exame psicológico para a modelo Najila Trindade. De acordo com a promotora de Enfrentamento à Violência Doméstica, Flávia Merlini, o pedido é comum para casos de crimes sexuais. O advogado da modelo, Cosme Araújo, disse que a modelo se negaria a fazer o exame. 

Publicidade