Clique e assine a partir de 9,90/mês

Torcida do São Paulo se irrita com ida de dirigente Raí a Roland Garros

Diretor executivo do clube não compareceu à derrota diante do Corinthians em Itaquera: ele cumpria compromissos (e passeava) na França

Por Da redação - Atualizado em 27 maio 2019, 12h06 - Publicado em 27 maio 2019, 11h16

Sobrou até para o diretor executivo Raí depois de mais uma derrota do São Paulo na casa do rival Corinthians neste domingo 26. Torcedores tricolores criticaram a ausência do dirigente e ídolo do clube em Itaquera, motivada por compromissos de seu instituto, a Fundação Gol de Letra, em Paris, na França.

O que mais irritou a torcida foi a divulgação de uma foto na qual Raí aparece nas arquibancadas de Roland Garros, o famoso Grand Slam de tênis na capital francesa. “Rolandgarreando”, escreveu Vivi Lescher, namorada do ex-jogador, em foto postada nas redes sociais e que viralizou depois da derrota por 1 a 0 no clássico válido pelo Brasileirão.

Raí, que é ídolo do Paris Saint-Germain, no entanto, estava na França para a realização de um amistoso beneficente, do qual participaram outros ex-jogadores, como Ceará, Cláudio Caçapa e Falcão, do futsal. Com a derrota, o São Paulo foi ultrapassado pelo próprio Corinthians e caiu para a quarta colocação do Brasileirão.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Obrigado pelo convite @rai10oficial @ceara02_oficial @claudiocacapa @cacapinha_oficial @fundgoldeletra #Paris #france — Merci beaucoup @rai10oficial

A post shared by falcao12oficial (@falcao12oficial) on

Publicidade