Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Torcida do Catar é pura festa

Eles confiam que o time será forte em 2022

O Catar veio ao Brasil para iniciar sua preparação para a Copa do Mundo em 2022, já que sedia o Mundial. Os resultados na Copa América parecem não importar muito pois a torcida sonha mesmo é com a festa das seleções de futebol no Mundial. A seleção atraiu uma pequena torcida, crente em boa campanha no torneio que sediarão daqui três anos.

“Avisamos as famílias, nos programamos e viemos para apoiar nosso país. Ficamos muito empolgados pela conquista da Copa da Ásia, pois acho que temos um time bem forte. Sabemos que esse torneio é uma preparação para a Copa do Mundo. Juntamos nossos amigos e viemos”, disse Ahmad Khashabi, que trabalha na área financeira de uma empresa petrolífera. “Somos apaixonados pelo nosso país e por futebol.”

Até o momento, três estádios do país já estão prontos para 2022, outros cinco ficarão até 2021 e a maior distância entre as sedes é de um hora. “É possível assistir a três partidas no mesmo dia”, disse Mohammed Alsaadi, apresentador que passa férias no Brasil e também esteve nos Emirados Árabes Unidos no começo do ano, acompanhando o time, que pela primeira vez conquistou o título. “Foi um momento diferente. Sempre ficávamos para trás.”

Mohammed Alsaadi veio acompanhar a seleção (Instagram/Reprodução)

Alsaadi e Khashabi concordam que o povo do Catar não terá problemas em aceitar as regras da Fifa, como a liberação do álcool. “No final, a aceitação dessas regras da Fifa serão benéficas para o Catar. Queremos que as pessoas visitem o país”, disse Khashabi.

“Temos o sonho de sediar a Olimpíada também”, avisou Alsaadi. “Todos falam de problemas antes da Copa. No Brasil foi assim também e foi uma festa. Lá também será.”

Veja a tabela completa da Copa América

A maior estrela brasileira, Neymar, também atrai elogios dos torcedores do Catar, apesar das confusões fora de campo. “Neymar, caso se acerte fora do campo, tem tudo para se transformar no melhor jogador do mundo em alguns anos. Não concordo muito com suas atitudes fora do futebol, mas ele ainda é jovem e pode melhorar”, disse  Alsaadi.