Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Torcedores radicais da Lazio ‘proíbem’ mulheres de setor em estádio

Torcedores redigiram comunicado para afastar mulheres do local onde ficam no estádio

Torcedores extremistas da Lazio divulgaram um comunicado durante a derrota de 2 a 1 para o Napoli, em que proibiam a presença de mulheres no setor que ocupam no Estádio Olímpico de Roma. “A Curva Nord representa um lugar sagrado. Um ambiente com um código não-escrito a ser respeitado. As primeiras fileiras, como sempre, são como as linhas de trincheiras. Não admitimos mulheres, esposas ou namoradas. Por isso, convidamos vocês a se posicionarem da 10ª fileira em diante. Aqueles que escolhem o estádio como uma alternativa para um dia despreocupado e romântico, que vá para outros setores”, escreveu a direção do Diabolik Pluto, grupo de torcedores radicais da Lazio.

O assessor de imprensa do clube, Arturo Diaconale, afirmou que a Lazio é contra esse tipo de ato discriminatório. “Isso é um grupo pequeno de torcedores e é difícil evitarmos que aconteça”, afirmou.

Essa não foi o primeiro caso de discriminação ou racismo envolvendo torcedores da Lazio. No ano passado, o clube foi multado em 50.000 euros por exibir cartazes da vítima do holocausto na II Guerra Mundial, Anne Frank, usando camisa da Roma e com mensagens anti-semitas. Em fevereiro de 2017, o clube foi multado após o jogador do Napoli Kalidou Koulibaly relatar discriminação por raça em jogo no estádio do clube.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nossa, eu faria o contrário. Mulher, crianças, idosos, família, muito melhor ficaria a torcida. Pacífica, bonita, muito melhor.

    Curtir