Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Torcedores do Figueirense imitam aviões contra a Chape; diretoria repudia

Chapecoense chegou à final do Campeonato Catarinense neste domingo

Por Da redação - 15 abr 2019, 10h36

Dois torcedores do Figueirense imitaram aviões caindo com a mão na derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, em Chapecó, neste domingo, 14, pela semifinal do Campeonato Catarinense. A dupla fazia referência à queda do avião que levava o time rival para a Colômbia, para a disputa da final da Copa Sul-Americana, matando 71 pessoas, no dia 28 de novembro de 2016.

O gesto desumano foi uma resposta a torcedores da Chapecoense que cantavam “uh é Série B” – o clube de Florianópolis disputa a segunda divisão nacional em 2019, enquanto o de Chapecó segue na elite.

Em nota divulgada minutos depois do ocorrido, a diretoria do Figueirense repudiou a atitude dos torcedores. “O Figueirense Futebol Clube repudia o ato desrespeitoso promovido, após a semifinal deste domingo por dois indivíduos presentes no setor de visitantes da Arena Condá, em Chapecó. A tragédia com a Chapecoense deve ser tratada com o devido zelo”, escreveu o Figueirense.

“O clube ratifica, portanto, que atitudes como essa são isoladas e não representam, em nada, o reconhecido padrão da gigante torcida do Furacão. Dentro da esfera administrativa, os participantes, após a identificação, serão banidos do quadro social, caso sejam membros, e também de qualquer ação e local vinculados ao Alvinegro”, completou o Figueirense.

Publicidade

Na final do Campeonato Catarinense, no próximo domingo, 21, a Chapecoense enfrenta o Avaí na decisão, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Em jogo único, caso a partida termine empatada, a decisão vai para os pênaltis.

Publicidade