Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Toni Kroos anuncia aposentadoria da seleção alemã

Aos 31 anos, meia se disse orgulhoso de sua trajetória na equipe, mas que agora pretende se concentrar nos objetivos do Real Madrid e na vida familiar

Por Da Redação Atualizado em 2 jul 2021, 10h09 - Publicado em 2 jul 2021, 09h50

O meio-campista Toni Kroos anunciou nesta sexta-feira, 2, que não voltará a vestir a camisa da seleção da Alemanha. O jogador do Real Madrid disse que a decisão já estava tomada antes do início da Eurocopa, da qual sua equipe foi eliminada nas oitavas de final pela Inglaterra, com uma derrota por 2 a 0 em Londres. Aos 31 anos, ele deixa a equipe com 106 jogos disputados e o título da Copa do Mundo de 2014 no Brasil no currículo.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“Joguei pela Alemanha 106 vezes. Não haverá uma outra. Eu gostaria muito, e dei tudo de novo, que houvesse 109 partidas no final e que este grande título, a Eurocopa, tivesse sido adicionada. Eu havia tomado a decisão de desistir após este torneio por um longo tempo. Há muito tempo estava claro para mim que eu não estaria disponível para a Copa do Mundo de 2022 no Catar. Principalmente porque quero me concentrar totalmente nos meus objetivos com o Real Madrid nos próximos anos. Além disso, a partir de agora vou permitir-me deliberadamente uma quebra que não existia como jogador nacional há onze anos”, iniciou Kroos em seu discurso nas redes sociais.

  • Toni Kroos em ação no Mundial Sub-17 de 2007
    Toni Kroos em ação no Mundial Sub-17 de 2007 Chung Sung-Jun/Bongarts/Getty Images

    “Além disso, como marido e pai, quero estar ao lado de minha esposa e três filhos. Foi uma grande honra para mim poder usar esta camisa por tanto tempo. Fiz isso com orgulho e paixão. Obrigado a todos os fãs e apoiadores que me carregaram e apoiaram com seus aplausos e gritos. E obrigado a todos os críticos por sua motivação extra. No final, gostaria de agradecer muito a Jogi Löw. Ele me tornou um jogador nacional e campeão mundial. Ele confiou em mim. Há muito tempo que escrevemos uma história de sucesso. Foi uma honra para mim estar bem – e boa sorte e sucesso para Hansi Flick”, completou o meia.

    Ver essa foto no Instagram

     

    Uma publicação compartilhada por Toni Kroos (@toni.kr8s)

    Kroos disputou as Copas do Mundo de 2010, 2014 e 2018 pela Alemanha e foi um dos destaques da conquista em terras brasileiras, há sete anos. Ele marcou dois gols na histórica goleada por 7 a 1 sobre o Brasil, na semifinal, no Mineirão. Ele acumula ainda cinco Ligas dos Campeões (uma pelo Bayern de Munique e quatro pelo Real Madrid).

    Continua após a publicidade
    Publicidade