Clique e assine a partir de 9,90/mês

TJD-SP vai julgar Deyverson e Felipão por incidentes em clássico

Na derrota para o Corinthians, atacante foi expulso por cuspir em rival e o treinador criticou a arbitragem de forma irônica

Por Estadão Conteúdo - 6 fev 2019, 16h18

O técnico Luiz Felipe Scolari e o atacante Deyverson, do Palmeiras, foram denunciados nesta quarta-feira, 6, pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP). Segundo o órgão, os dois cometeram infrações durante o clássico do último sábado, 2, na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, pelo Campeonato Paulista, e irão a julgamento na próxima segunda-feira, 11, mesmo dia em que a equipe entra em campo para enfrentar o Bragantino.

O caso de Deyverson é o mais grave. Enquadrado no artigo 254-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o jogador cuspiu em Richard e pode ser suspenso de seis a 12 jogos. O próprio clube se irritou com a conduta do atacante e na última terça-feira aplicou uma multa de 350 000 reais pelo ato, considerado pela diretoria como prejudicial à imagem do Palmeiras. O jogador pode inclusive ser negociado.

Felipão foi denunciado no artigo 258, que trata sobre ofensas à arbitragem. O juiz da partida, Luiz Flávio de Oliveira, relatou na súmula que o treinador do Palmeiras ironizou a atuação da arbitragem durante a derrota por 1 a 0. “Parabéns! Você é maravilhoso para apitar nossos jogos”, disse Felipão. A punição prevista pode ser de uma até seis partidas.

O próximo jogo do Palmeiras será na próxima segunda-feira, diante o Bragantino no Pacaembu, pois o Allianz Parque estará cedido para a realização do show do cantor inglês Ed Sheeran.

Publicidade