Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Técnico do Chelsea se nega a cumprimentar Guardiola após 6 a 0

Após passar reto pelo colega, Maurizio Sarri disse que não notou a presença do treinador espanhol com o braço esticado na saída de campo

O técnico do Chelsea, Maurizio Sarri, parece não ter digerido nada bem a histórica derrota por 6 a 0 para o Manchester City, na tarde deste domingo, 10. Ao final da partida, o treinador italiano se negou a cumprimentar o colega Pep Guardiola, comandante do City, que ficou com o braço estendido e sem entender.

O ex-jogador Gianfranco Zola, assistente técnico e ex-jogador do Chelsea, tentou apaziguar a situação e conversou com Guardiola, seu contemporâneo nos tempos de atleta. Após o jogo, Sarri e Guardiola minimizaram o ocorrido.

Tabela completa de classificação do Campeonato Inglês

“Zola me disse que Sarri não me viu. Eu entendo, não tenho nenhum problema com Sarri”,disse o espanhol. “Não o vi na hora, minha intenção era cumprimentá-lo no vestiário, como sempre fazemos”, completou o italiano. De fato, os dois sempre foram bastante elogiosos em relação ao trabalho do outro.

A derrota foi a maior sofrida pelo Chelsea na história da Premier League, que começou a ser disputada no atual formato em 1992. O City voltou a liderar o torneio, com os mesmos 65 pontos do Liverpool, mas ainda com um jogo a mais que o concorrente.