Clique e assine a partir de 8,90/mês

Semifinal, ‘The Best’ e mais: o que está em jogo em Bayern x Barcelona

No duelo de gigantes da Champions, time alemão briga pelo "ano perfeito", enquanto a equipe catalã tenta salvar temporada desastrosa até agora

Por Danilo Monteiro - Atualizado em 14 ago 2020, 13h29 - Publicado em 14 ago 2020, 08h00

A atual edição da Liga dos Campeões não tem sido tão boa para os clubes mais tradicionais da Europa. Bayern de Munique e Barcelona são os únicos campeões remanescentes nas quartas de final e os dois pentacampeões se enfrentam nesta sexta-feira 14, a partir das 16h (de Brasília), no Estádio da Luz, em Lisboa. Só um deles terá a chance de provar a máxima de que “a camisa pesa em decisões” nas próximas fases. O jogo será transmitido pelo canal a cabo TNT, no Facebook do Esporte Interativo e no aplicativo EI Plus.

Em ótima fase, o Bayern jogará pela coroação máxima após conquistar todos os títulos possíveis na atual temporada alemã. Já o Barcelona, vive exatamente o oposto e precisa vencer a Champions para salvar o ano, pois perdeu o título do Campeonato Espanhol para o Real Madrid e caiu na semifinal da Copa do Rei para o Athletic Bilbao.

A partida ainda terá um duelo individual, que pode ser decisivo na corrida pela prêmio de melhor do mundo, o The Best, da Fifa – a Bola de Ouro foi cancelada devido à pandemia de coronavírus. Do lado bávaro, o atacante Robert Lewandowski é sinônimo de gols (balançou as redes 53 vezes em 44 jogos). O polonês, inclusive, anotou 13 gols na Champions e tenta quebrar recorde histórico de Cristiano Ronaldo, autor de 17 tentos na competição em 2014.

O clube catalão, por outro lado, aposta mais do que nunca no brilhantismo de Lionel Messi, que marcou 31 gols na temporada, além de distribuir 26 assistências. Na atual edição da Champions, o atacante argentino anotou apenas três gols e deu quatro assistências, mas foi o principal responsável por garantir a vaga nas quartas após a vitória sobre o Napoli por 3 a 1. Quem passar entre Messi e Lewandoski deve brigar pelo prêmio de melhor do ano com Neymar e Kylian Mbappé, ambos do PSG, e Kevin De Bruyne, do Manchester City.

Quem leva a melhor no retrospecto da competição é time bávaro: venceu o Barcelona em cinco das oito partidas disputadas entre eles no torneio, enquanto a equipe catalã somou apenas duas vitórias – as duas nas semifinais de 2015, quando o Barcelona foi campeão. Em 2013, porém, foi o Bayern quem atropelou os adversários com 7×0 no placar agregado da semifinal e também levantou a taça.

Nova chance de vingança para Coutinho

Philippe Coutinho se apresenta ao Bayern de Munique
Philippe Coutinho foi dispensado pelo Barcelona nesta temporada FC Bayern Munchen/Divulgação

Para quem acredita na chamada “lei do ex”, aplicada quando um atleta brilha diante de seu antigo clube, o brasileiro Philippe Coutinho é uma das atrações da partida, mesmo não começando entre os titulares. O meia pertence ao Barcelona, mas está emprestado ao Bayern de Munique, pelo qual soma nove gols e oito assistências em 35 jogos. A diretoria alemã já avisou que não pretende mantê-lo, mas uma boa atuação pode recolocá-lo no centro do mercado da bola.

No ano passado, Coutinho já teve uma chance de brilhar diante de um ex-clube, mas teve atuações apagadas contra o Liverpool, que atropelou o Barcelona em Anfield no segundo jogo da semifinal. O atual elenco catalão também acredita na “lei do ex”: o chileno Arturo Vidal, jogador do time bávaro até 2018, que colocou pimenta no jogo com declarações na véspera . “O Bayern é favorito, mas amanhã eles não jogarão contra um time da Bundesliga, e sim contra o melhor time do mundo, o Barça”, disse.

ASSINE VEJA

A encruzilhada econômica de Bolsonaro Na edição da semana: os riscos da estratégia de gastar muito para impulsionar a economia. E mais: pesquisa exclusiva revela que o brasileiro é, sim, racista
Clique e Assine

Assista outros campeonatos na DAZN! O primeiro mês é grátis.

Continua após a publicidade
Publicidade