Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Sem acordo, PSG já começa a ceder para liberação de Mbappé ao Real

De acordo com rádio francesa e jornal espanhol possibilidade do atacante francês se transferir nesta janela aumentou após rejeição de renovação de contrato

Por Da Redação Atualizado em 24 ago 2021, 09h25 - Publicado em 24 ago 2021, 09h19

A união entre Real Madrid e Kylian Mbappé parece não ser mais só um sonho distante. Depois do atacante sinalizar que não deseja renovar com o Paris Saint-Germain, rejeitando no fim da última semana um novo contrato com significativo aumento salarial, o clube francês já começa a ceder sobre uma possível venda, de acordo com a rádio francesa RMC. Por enquanto, a única oferta formal é de um clube inglês não revelado.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O vínculo do PSG com Mbappé é válido até de julho de 2022. Em janeiro, o atleta já poderá assinar um pré-contrato gratuito com qualquer outro clube. O time da capital francesa enxerga a venda nesta janela de transferências como uma opção mais vantajosa financeiramente de recuperar parte dos 180 milhões de euros (R$ 668 milhões à época) investidos para contratar o jogador do Monaco, a segunda transferência mais cara de toda história, atrás somente da de Neymar, também em 2017.

  • A negociação caminha exatamente no ritmo planejado por Florentino Pérez. A estratégia para a formalização do negócio passava por uma recusa de Mbappé a proposta de renovação do PSG e abertura de negociações entre os clubes, o que já acontece.

    Segundo o Marca, os espanhóis adotam máxima cautela para evitar um possível desgaste na relação com o o presidente Nasser Al Khelaifi. A publicação diz que Pérez evitou, inclusive, receber o empresário Mino Raiola em visita a Madri. O italiano, representante de nomes como Paul Pogba e Haaland, também é conhecido por intermediar grandes negociações.

    Até mesmo um possível retorno de Cristiano Ronaldo, que tem o futuro incerto na Juventus, tem sido deixado como plano alternativo. Em quase uma década atuando pelo clube, o craque português somou 451 gols em 438 jogos, se tornando o maior artilheiro. Ainda conquistou quatro vezes a Liga dos Campeões.

    Continua após a publicidade
    Publicidade