Clique e assine a partir de 8,90/mês

Sem acordo no Brasileirão, Globo transmite Palmeiras na Libertadores

Direto do Allianz Parque, emissora exibirá a partida do campeão brasileiro diante do San Lorenzo, pela Libertadores, em TV aberta

Por Da redação - Atualizado em 8 Maio 2019, 12h41 - Publicado em 8 Maio 2019, 12h26

Palmeiras e San Lorenzo, já classificados para as oitavas de final de maneira antecipada, farão nesta quarta-feira, 8, no Allianz Parque um confronto direto para definir quem passará de fase na condição de líder do grupo F, o que garante o direito de decidir em casa o primeiro mata-mata. O jogo será transmitido em TV aberta pela Globo – que ainda não fechou acordo com o clube no Brasileirão – e em TV fechada pela Fox Sports.

O impasse sobre os direitos de transmissão entre o Palmeiras e o grupo Globo vale apenas para o Brasileirão e, apesar do clima de animosidade com a torcida alviverde, a emissora fará a transmissão desta quarta in loco, com o narrador Cleber Machado e os comentaristas Muricy Ramalho e Walter Casagrande na cabine.

Globo e Palmeiras ainda negociam um acordo de transmissão para TV aberta e pay-per-vew no Brasileirão. O atual campeão nacional exige receber a mesma porcentagem – ou a menos um valor mais próximo – de Corinthians e Flamengo. A emissora não concorda com a reivindicação, mas se mostrou aberta a seguir negociando.

No último fim de semana, em jogo contra o Inter transmitido com exclusividade pelo Esporte Interativo no canal a cabo TNT, torcedores palmeirenses entoaram xingamentos contra a maior emissora do país, algo recorrente em partidas da equipe. Até o momento, apenas um jogo do time no torneio ficou sem nenhuma transmissão na TV: diante do CSA, as torcidas dos dois times tiveram de acompanhar o jogo pelo rádio ou por links piratas, que logo foram tirados do ar.

Foco no primeiro lugar

Felipão deve apostar em Borja Miguel Schincariol/Getty Images

O Palmeiras chega à última rodada à frente na tabela, com 12 pontos, contra 10 do San Lorenzo, o clube do coração do Papa Francisco, que venceu a competição em 2014. Os dois não podem mais ser alcançados por Melgar (4 pontos) e Junior Barranquilla (3), que disputarão na Colômbia o terceiro lugar, que leva à Copa Sul-Americana.

Embora a vaga já esteja garantida, o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que quer a vitória para deixar o atual campeão brasileiro na melhor classificação geral possível. É esse o critério para definir mando de campo nas próximas fases. No momento, o Palmeiras é o terceiro melhor, atrás de outros dois brasileiros, o Cruzeiro (15 pontos) e o Internacional (13).

Continua após a publicidade

Na busca por mais esse objetivo, Felipão não poderá contar com o meia Ricardo Goulart nem com o atacante Willian, que se recuperam de cirurgias no joelho. Já o atacante Deyverson ganhará descanso, dando lugar provavelmente a Miguel Borja.

O San Lorenzo, por sua vez, chegou a São Paulo com o moral abalado depois de ter sido eliminado nas oitavas de final da Copa da Argentina pelo Argentinos Juniors.

A delegação comandada pelo técnico Jorge Almirón está no Brasil com algumas baixas importantes, incluindo o meia Fernando Belluschi e o atacante Nicolás Blandi, com problemas no joelho. Além deles, o também meio-campista Nahuel Barrios, com um desgaste muscular, e o atacante Ruben Botta, com uma contusão no pé, também ficaram na Argentina.

Prováveis escalações

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Zé Rafael; Gustavo Scarpa, Dudu e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari

San Lorenzo: Monetti; Salazar, Herrera, Coloccini e Pereyra; Ferrari, Senesi, Peruzzi, Pérez e Rodríguez; Reniero. Técnico:: Jorge Almirón

Árbitro: Gery Vargas (Bolívia), auxiliado pelos compatriotas José Antelo e Edwuar Saavedra.

(com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade