Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com vitória do Grêmio, Libertadores terá um clube brasileiro na final

Com classificação dos gaúchos, Brasil tem quatro representantes no mesmo lado da chave; decisão em jogo único será em Santiago, no dia 23 de novembro

Com a classificação do Grêmio nesta quinta-feira, o futebol brasileiro certamente estará representado na primeira final da Copa Libertadores em jogo único, marcada para 23 de novembro, em Santiago, no Chile. Ao avançar para as quartas de final, um lado inteiro da chave do mata-mata da competição continental será formado por clubes do país: o Grêmio enfrentará o Palmeiras, enquanto o Flamengo duelará com o Inter.

Tabela completa da Libertadores 2019

Não há, no entanto, nenhuma chance de ocorrer uma final 100% nacional. Do outro lado da chave, o Cruzeiro foi eliminado pelo atual campeão River Plate e o Athletico Paranaense caiu diante do Boca Juniors, ambos da Argentina. As quartas de final do outro lado da chave já estão definidas: River x Cerro Porteño (PAR) e Boca e LDU (EQU).

Há, portanto, chance de ocorrer clássicos locais, dois dos mais importantes do planeta, nas semifinais: Boca e River de um lado e Inter e Grêmio do outro. Os argentinos fizeram a polêmica decisão do ano passado, realizada no Santiago Bernabéu, em Madri, depois de episódios de violência em Buenos Aires, e foi vencida pelo River. Já os eternos inimigos gaúchos jamais se enfrentaram em um “Grenal” válido pela competição continental.

O Inter também jamais enfrentou o Flamengo na competição. Palmeiras e Grêmio, por outro lado, protagonizaram um dois mais épicos duelos entre brasileiros, na mesma fase de quartas de final, em 1995. O clube tricolor venceu o primeiro jogo por 5 a 0 no Olímpico, mas suou para garantir a classificação em São Paulo, onde foi derrotado por 5 a 1. O Grêmio se sagraria campeão na ocasião.

Qual país tem mais títulos da Libertadores?

O Brasil ainda busca se aproximar da Argentina, país com maior número de títulos da competição: 25 (sete do Independiente, seis do Boca Juniors, quatro de River Plate e Estudiantes, e um de Racing, Argentinos Juniors, Vélez Sarsfield e San Lorenzo).

Os clubes brasileiros aparecem na segunda colocação com 18 (três de Grêmio, São Paulo e Santos, dois do Inter e um de Flamengo, Vasco, Palmeiras, Corinthians e Atlético Mineiro), seguidos por Uruguai (cinco do Peñarol e três do Nacional). Colômbia e Paraguai têm três títulos cada e Chile e Equador ganharam uma vez.

O último clube brasileiro a conquistar o torneio foi justamente o Grêmio, em 2017, diante do Lanús.

Campeão em 2018, River Plate ampliou vantagem dos argentinos em número de taças da Libertadores (Sergio Perez/Reuters)