Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Sarri: ‘Me incomoda alguém ter mais Bolas de Ouro que Cristiano’

O técnico da Juventus saiu em defesa do atacante português e ressaltou que torná-lo novamente o melhor do mundo é um de seus objetivos

Por Danilo Monteiro - 16 jan 2020, 12h18

O técnico Maurizio Sarri, da Juventus, exaltou Cristiano Ronaldo após a vitória contra a Udinese por 4 a 0, pela Copa da Itália, na qual o português foi desfalque devido a uma crise de sinusite. O treinador italiano revelou que um de seus objetivos é fazer com que seu principal atacante conquiste a sexta Bola de Ouro da carreira.

Tabela completa de jogos da Liga dos Campeões 2019/20

“Gostaria de ajudar Cristiano a vencer a sexta Bola de Ouro. É irritante pensar que alguém ganhou mais do que ele. Ajudá-lo é um objetivo meu e de toda a equipe. Nada mais justo. Acho que (Paulo) Dybala também poderá ser um dos candidatos nos próximos anos”, comentou Sarri em coletiva.

Com cinco prêmios Bola de Ouro, Cristiano Ronaldo estava empatado com Lionel Messi até o final do ano passado, quando o argentino recebeu a sexta, vencendo o zagueiro Virgil Van Dijk, do Liverpool, por menos de 1% de vantagem.

Cristiano está na bronca com a Fifa e a France Football, que dão os respectivos prêmios The Best e Bola de Ouro, desde 2018, quando Luka Modric, seu ex-companheiro de Real Madrid, faturou os dois troféus em decisão contestável.

Publicidade

Cristiano Ronaldo está em sua segunda temporada pela Juventus e, embora tenha vencido quase todos os troféus nacionais até o momento, encontra dificuldades para repetir os feitos que obteve no Real Madrid. O português já marcou contra todos os adversários do Campeonato Italiano, mas, pela Juve, ainda não conseguiu ser artilheiro da competição nacional e nem da Liga dos Campeões, onde sustenta o posto de maior goleador da história do torneio, com 128 gols.

Publicidade