Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo perdeu pontos por Sandro Hiroshi ser ‘gato’?

São Paulo perdeu quatro pontos no Brasileiro de 1999

São Paulo perdeu pontos no Brasileiro de 1999 por Sandro Hiroshi ser “gato”? A resposta é não. Apesar da descoberta de que Sandro Hiroshi era gato durante esse caso, esse não foi o motivo que fez o Tricolor perder pontos naquele ano.

No torneio daquele ano, Sandro Hiroshi fez dois jogos pelo Tricolor bloqueado pela CBF. A negociação entre Tocantinópolis, clube que revelou o jogador, e São Paulo estava irregular. O jogador havia sido destaque do Campeonato Paulista pelo Rio Branco de Americana e ganhava sua chance em um time grande. O time do Tocantins pedia dinheiro pela transferência, que havia sido feita de forma irregular pelo Rio Branco, sem autorização do time tocantinense.

Hiroshi disputou dois jogos de forma “irregular”. Na goleada de 6 x 1 diante do Botafogo e no empate em 2 x 2 com o Internacional, o São Paulo perdeu os pontos. Para “piorar”, naquele caso, os pontos foram para o clube adversário. Ou seja, o Botafogo ganhou três e o Internacional dois pontos.

O bloqueio durou só por esses dois jogos, não prejudicando o São Paulo nas outras partidas em que Hiroshi participou.

Isso ajudou o Botafogo a escapar da série B e criou um imbróglio no Campeonato Brasileiro, que foi substituído pela Copa João Havelange em 2000, em formato totalmente diferente.

Caso é que o fato de ser “gato” não influenciou nessa perda de pontos do clube.