Clique e assine a partir de 9,90/mês

Santos pede para CBF anular jogo contra o Flamengo

Clube paulista envia ofício à CBF alegando suposta interferência externa de repórter da TV Globo na desmarcação de um pênalti

Por Da Redação - 27 jul 2017, 17h58

O Santos enviou nesta quinta-feira um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em que pede a anulação da partida contra o Flamengo, disputada nesta quarta-feira pelas quartas de final da Copa do Brasil. A equipe paulista venceu por 4 a 2, mas foi eliminada por ter perdido o jogo de ida por 2 a 0. O clube reclama de uma suposta interferência externa na decisão do árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden de voltar atrás na marcação de um pênalti.

Perto do fim do primeiro tempo, quando o jogo estava empatado em 1 a 1, Vuaden marcou pênalti de Réver em Bruno Henrique a favor do Santos, mas acabou recuando na decisão após cerca de um minuto, depois de conversa com o quatro árbitro Flávio Rodrigues de Souza.

No ofício enviado à CBF, o clube paulista alega que a suposta interferência externa partiu de Eric Faria, repórter da TV Globo que estava trabalhando na partida. Faria teria avisado o quarto árbitro da inexistência da falta no lance polêmico. O Santos afirma ter provas em vídeos e fotografias de que isto aconteceu.

Em seu perfil no Twitter, o repórter Eric Faria negou ter conversado com o quatro árbitro sobre o pênalti.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade