Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sampaoli reclama do Santos e da CBF depois de não poder escalar Rodrygo

O atacante, que não se apresentou à seleção olímpica para jogar suas últimas partidas pelo Peixe, não entrou em campo neste domingo

O técnico Jorge Sampaoli ficou incomodado com a postura da CBF, mas também do Santos, depois de não poder escalar Rodrygo contra o Ceará, neste domingo, no Estádio Castelão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo sem poder contar com o atacante, o Peixe venceu a partida por 1 a 0.

O Peixe ouviu pareceres favoráveis de advogados, mas, mesmo assim, tirou a joia do compromisso para evitar risco de ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Rodrygo foi convocado pela seleção olímpica para o Torneio de Toulon, na França e não se integrou ao elenco, porém, a desconvocação oficial não foi enviada pela CBF a tempo.

“Não tivemos muita instrução do clube. Tivemos indefinição pela desconvocação ou não, então decidimos que não jogasse. Tivemos mensagens diferentes da diretoria sobre jogar ou não. Nos ajustamos ao regulamento. Viajou, mas não pôde jogar por causa de uma resposta que nunca chegou”, disse Sampaoli, em entrevista coletiva.

O Santos poderia se basear no regulamento internacional de competições da FIFA, sobre a necessidade de liberar atletas apenas em competições oficiais no calendário da federação, mas a decisão foi de tirar Rodrygo, mesmo com o Torneio de Toulon fora da Data FIFA.

Rodrygo ficou incomodado com a situação. O atacante decidiu não ir à seleção para ter mais tempo no Santos, mas perdeu um de seus últimos jogos. Ele irá para o Real Madrid em julho. A despedida ocorrerá contra o Corinthians, dia 12, na Vila Belmiro. O Peixe espera pela desconvocação oficial até quinta, dia de decisão diante do Atlético-MG, no Pacaembu, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Seleção Brasileira Olímpica estreia no Torneio Maurice Revello batendo a seleção da Guatemala por 4 a 0, com gols de Pedrinho, Bruno Tabata, Wendel e Douglas – 02/06/2019 (Fernando Torres/CBF)

Com gol de Pedrinho, Seleção Olímpica estreia com goleada na França – Começou bem a caminhada da Seleção Olímpica no Torneio Maurice Revello, antigo Torneio de Toulon, no Stade de Lattre de Tassigny, na França. Os comandados do estreante André Jardine enfrentaram a Guatemala às 14h (de Brasília) e venceram contundentemente por 4 a 0, com dois gols em cada tempo.

Pedrinho, do Corinthians, Bruno Tabata, do Portimonense, Wendel, do Sporting, e Douglas Luiz, do Girona, foram os autores, nesta ordem, dos tentos. Douglas ainda teve uma oportunidade de longa distância, mas defendida pelo goleiro adversário, assim como Pedro, que chegou a marcar, mas teve impedimento marcado. Na escalação titular, ainda estavam Ivan, Emerson, Murilo, Lyanco, Iago, Matheus Henrique, Antony e Pedro. No segundo tempo, entraram Wendel, Guga, Paulinho e Matheus Cunha.

Com o resultado, a Seleção alcançou a liderança do grupo B, à frente da França (também com três pontos), Qatar e a Guatemala, lanterna da chave. O próximo compromisso dos jovens será contra os franceses no dia 5, quarta-feira, às 14h30 (de Brasília).

(com Gazeta Press)