Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Rússia: com elenco principal em quarentena, clube perde de 10 a 1

Rostov teve de mandar a campo sua equipe juvenil diante do Sochi, após isolar profissionais conforme protocolo e ter pedido de adiamento rejeitado

Por Da Redação Atualizado em 19 jun 2020, 18h43 - Publicado em 19 jun 2020, 18h35

Tal qual no Brasil, o futebol foi retomado na Rússia em condições bastante improvisadas e, neste caso, esportivamente escandalosas. Na volta do Campeonato Russo nesta sexta-feira, 19, Rostov foi obrigado a mandar a campo diante do Sochi a sua equipe sub-17, já que seis atletas do elenco profissional testaram positivo para o coronavírus e, por isso, foram todos colocados em quarentena, como manda o protocolo. Os pedidos de adiamento do jogo não foram atendidos e os garotos do Rostov acabaram derrotados por 10 a 1.

A sequência dos fatos foi contada nas redes sociais pelo jornalista brasileiro Fábio Aleixo, radicado há anos na Rússia, e que contribuiu na última edição de PLACAR com uma reportagem sobre o futebol na vizinha Bielorrússia, que não parou durante a pandemia. A partida de hoje era importante para as pretensões das equipes: o derrotado Rostov, quarto colocado, briga por vaga na Liga dos Campeões, enquanto o Sochi, nono, abriu quatro pontos da zona de rebaixamento.

Clique aqui e assine PLACAR com preço especial, a partir de 8,90 reais por mês!

Continua após a publicidade

A patrocinadora do Rostov chegou a enviar um abaixo-assinado ao adversário pedindo pelo adiamento da partida, mas não obteve resposta e, para evitar possíveis sanções, teve de mandar a campo seus jovens talentos, que chegaram a abrir o placar, mas acabaram goleados pelo time profissional do Sochi. A presença de torcedores foi liberada no Campeonato Russo, mas apenas 10% da capacidade do estádio e respeitando as normas de distanciamento.

O Rostov fez questão de emitir um comunicado em inglês explicando a situação e parabenizando seus atletas pela partida, especialmente o goleiro Popov, que fez “15 defesas de tirar o fôlego, incluindo um pênalti”, e “roubou a cena, merecidamente recebendo o prêmio de melhor da partida.”

É possível que o Rostov tenha de mandar novamente a campo o seu time juvenil no dia 27, comtra o Arsenal Tula, pois o regulamento local estabelece que todo o time seja posto em quarentena de 14 dias em caso de um teste positivo. A Rússia é o terceiro país com maior número de casos de coronavírus (mais de 568.000, segundo dados da Universidade Johns Hopkins), atrás apenas de Estados Unidos e Brasil.

View this post on Instagram

Dear friends, ⁣⁣⠀ A lot of supporters of our club who don’t speak Russian cannot really understand how today’s tie could end with 10:1 score.⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ We would like to explain. 6 players of our club have been infected with coronavirus, and thus, the entire team had to be quarantined.⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ Football Club Sochi turned down our offer to postpone the match, and this is exactly why these young players aged 16-19 had to play in this match.⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ The score was most likely upsetting, however, we do want you to stay on the bright side!⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ First of all – our 17 y.o. goalkeeper, Denis Popov, made 15 (!!!) breathtaking saves (including one penalty), which is a Russian Premier League new record! Denis absolutely stole the whole show today and got his well deserved Man of the Match award!⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ Another mind blowing highlight was definitely our first goal! 17 y.o. Roman Romanov scored an incredible goal and became the youngest person to score in the history of our club as well as top-3 in RPL history! ⁣⁣⠀ Romanov is also among top-3 young goal scorers in the history of Russian Leagues.⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ We know you would agree our players were fighting for every inch of the pitch – each and every of them showed incredible character and attitude today!⁣⁣⠀ ⁣⁣⠀ We would like to express our gratitude to everyone all the supporters of our club around the world. #WeRostov

A post shared by Футбольный клуб «Ростов» (@fcrostov) on

Continua após a publicidade
Publicidade