Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rooney foi preso em aeroporto dos EUA por ‘intoxicação e injúria’

Incidente ocorreu no fim do ano passado; liberado, astro inglês alegou mistura de álcool com remédios e se comprometeu a comparecer a tribunal

O atacante inglês Wayne Rooney, do DC United, foi detido no mês passado em um aeroporto na região de Washington, nos Estados Unidos, acusado de “injúrias e intoxicação em local público”, informaram autoridades locais neste domingo, 7.

O Gabinete do Xerife do Condado de Loudon, na Virgínia, indicou que o maior artilheiro da história do Manchester United e da seleção inglesa foi preso pela polícia em 16 de dezembro, no Aeroporto Internacional de Dulles, por estar intoxicado e utiliazar “palavras impróprias” no local.

O jogador de 33 anos foi libertado ao pagar uma multa de 25 dólares (aproximadamente 93 reais) e se comprometer a comparecer a um tribunal. Um porta-voz do jogador informou que Rooney ficou “desorientado” ao misturar álcool com remédios para dormir, em um voo vindo da Ásia.

O time de Washington disse em comunicado que estava ciente das notícias da prisão, mas se recusou a fazer comentários. “Nós entendemos o interesse da imprensa neste assunto, mas acreditamos que é um assunto privado para Wayne e que o DC United vai lidar internamente.”

Quando atuava na Inglaterra, Rooney também teve problemas com álcool. Em setembro de 2017, ele foi condenado a dois anos sem permissão para dirigir, além de ter de prestar 100 horas de serviço comunitário, por ter dirigido embriagado.

(Com Estadão Conteúdo)