Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Deputados aprovam volta de bebida alcoólica aos estádios do RS

Projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa gaúcha e só precisa da autorização do governador para entrar em vigor em 2019

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou na última terça-feira, 18, a liberação da venda de bebidas alcoólicas dentro dos estádios de futebol. A proposta recebeu 25 votos favoráveis e 13 contrários e só depende da sanção do governador para entrar em vigor já em 2019.

O deputado estadual Gilmar Sossella (PDT), um dos autores do projeto, explicou que o comércio de bebidas seria permitido até o intervalo e depois do término dos jogos. “Não queríamos liberar geral. Foi uma construção com os deputados, entidades de segurança e os clubes para não dar essa ideia. A gente fez uma normatização, para que não haja um consumo durante todo o segundo tempo”, analisou.

Para o parlamentar o projeto representará um ganho financeiro para o futebol local. “Beneficia Inter e Grêmio, mas, sobretudo, os clubes do interior, que sofrem demais sem a venda”, comentou. O projeto ressalta que bebidas alcoólicas são vendidas normalmente no entorno dos estádios, o que descaracteriza a “lei seca” e ainda impede os clubes de lucrar durante o jogo.

Questionado sobre possíveis problemas de segurança, Sossella considera que houve um aumento no controle nessa área por parte da Brigada Militar. “Qualquer outro evento pode consumo de bebida, em show do Roberto Carlos pode. Qual o motivo de penalizar o futebol?”, revelou.

Segundo o jornal Zero Hora, a partir da entrega do projeto de lei aprovado, o que deve ocorrer nesta semana, o governador gaúcho terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a matéria. Caso o atual governador, José Ivo Sartori (MDB) não se posicione até o fim de seu mandato, a decisão ficará a cargo de Eduardo Leite (PSDB), que assume em 1º de janeiro. Se ele também silenciar, cabe ao presidente da Assembleia promulgar a lei.

(com Gazeta Press)