Clique e assine a partir de 9,90/mês

Recusa de Gerson ao Pré-Olímpico será ‘levada em conta’ pela CBF

O coordenador da seleção brasileira Juninho Paulista disse que a entidade avalia 'comprometimento, disponibilidade e foco' na hora de fazer as convocações

Por Da Redação - Atualizado em 4 fev 2020, 16h25 - Publicado em 4 fev 2020, 16h09

O volante Gerson, do Flamengo, foi procurado pela CBF para disputar o Pré-Olímpico com a seleção brasileira sub-23, mas disse não. O atleta de 22 anos tem idade para jogar os Jogos Olímpicos de Tóquio no meio do ano. A vontade da entidade era contar com o jogador na equipe que está na Colômbia e disputa uma das duas vagas sul-americanas para a competição. O coordenador da seleção Juninho Paulista deu a entender, em entrevista ao Globo Esporte, que a recusa pode prejudicar o volante nas próximas convocações.

“Tem que saber os momentos, né? Eu acho que tudo é levado em conta, não só o aspecto técnico. A gente olha todo o aspecto, o técnico é o principal, mas tem comprometimento, disponibilidade e foco. Tudo isso a gente leva em consideração”, disse em visita à Colômbia feita com o técnico da seleção brasileira Tite e o presidente da CBF, Rogério Caboclo. O trio viajou para assistir ao primeiro jogo do quadrangular final entre os comandados de André Jardine e os donos da casa. A partida terminou empatada em 1 a 1.

O jogador do Flamengo foi contratado junto à Fiorentina no meio do ano e estava há mais de um ano sem férias. De acordo com a reportagem, ele foi procurado por um auxiliar de Jardine e não aceitou a convocação para poder descansar. Ele se colocou à disposição para disputar os Jogos Olímpicos caso o Brasil consiga a classificação.

Tite gostaria de ter convocado Gerson para a seleção principal em 2019, mas não teve a chance. A CBF decidiu chamar apenas um jogador de cada clube do Brasil nos amistosos do segundo semestre para não prejudicar os clubes. O treinador escolheu Bruno Henrique e Gabigol como representantes do Flamengo nas duas listas. A próxima convocação acontece na primeira semana de março, para os duelos contra Bolívia e Peru, válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Continua após a publicidade

 

Publicidade