Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ray Wilkins, ex-capitão da Inglaterra, morre aos 61 anos

Zagueiro com passagens por Chelsea, Manchester United, Milan e Paris Saint-Germain sofreu ataque cardíaco

Por Da redação - Atualizado em 4 abr 2018, 12h38 - Publicado em 4 abr 2018, 12h21

O ex-zagueiro Ray Wilkins, capitão da seleção inglesa na Copa do Mundo de 1982, morreu na manhã quarta-feira, vítima de um ataque cardíaco sofrido na semana passada. Na ocasião, Wilkins foi levado a um hospital no sul de Londres, e estava em coma induzido desde então.

Em comunicado oficial, a Associação dos Futebolistas Profissionais da Inglaterra e País de Gales (PFA, na sigla em inglês), confirmou a morte do ex-jogador e prestou condolências. “É com muita tristeza e pesar no coração que anunciamos que o ex-meia inglês, Ray Wilkins, morreu aos 61 anos. Os pensamentos e condolências de todos da PFA estão com sua família e amigos”.

Wilkins começou a sua carreira no Chelsea, onde se tornou um ídolo histórico, e teve passagens por Manchester United, Milan e Paris Saint-Germain, além de ter atuado 84 vezes pela seleção inglesa. Depois de ter se aposentado da função de jogador, ainda fez parte da comissão técnica de Chelsea, Aston Villa, Fulham e da seleção da Jordânia.

Publicidade