Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Raí e Hudson reclamam de árbitros cariocas em jogos do São Paulo

Dirigente e volante do time relacionaram escolha dos árbitros ao fato de o São Paulo brigar pela liderança com um clube do Rio, o Flamengo

Na disputa com o Flamengo pela liderança do Campeonato Brasileiro, o São Paulo reclamou da arbitragem de Grazianni Maciel Rocha, vinculado à Federação Estadual do Rio de Janeiro, na derrota para o Grêmio, por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, em Porto Alegre. Segundo o diretor executivo de futebol, Raí, e o capitão do time, Hudson, os jogos do clube paulista não deveriam ser apitados por árbitros cariocas.

“É difícil falar de arbitragem, mas árbitro do Rio sabendo que estamos disputando com o Flamengo foi difícil, complicado para caramba, mas não vamos jogar carga no juiz”, lamentou-se Hudson. “Vale a pena pensar em todos esses critérios, até porque no próximo jogo contra o Cruzeiro o árbitro também é carioca. É algo que temos de ficar atentos e as pessoas responsáveis também têm de pensar nesses aspectos”, completou Raí.  

A chiadeira tem a ver com o fato de o São Paulo estar brigando diretamente com um clube do Rio pela ponta da tabela. O Flamengo havia tropeçado no Santos na quarta (empate 1 a 1), o que possibilitaria ao time paulista assumir a primeira posição caso vencesse o Grêmio. A derrota, porém, manteve o São Paulo a dois pontos de distância: 31 a 29.

Hudson foi um dos três titulares punidos em Porto Alegre com o terceiro amarelo – ao lado de Arboleda e Militão. Como o trio estava pendurado, não poderá enfrentar o Cruzeiro, domingo, em Belo Horizonte. O duelo, que terá Wagner do Nascimento Magalhães como árbitro, será o terceiro jogo seguido do time apitado por árbitros cariocas. Antes, na vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians, Marcelo de Lima Henrique foi o juiz.