Clique e assine a partir de 9,90/mês

Que jogadores podem ficar fora dos Jogos por passar da idade olímpica

Mudança da Olimpíada para 2021 pode acabar com o sonho de dezenas de atletas, como o dos brasileiros Gabriel Jesus, Richarlison, David Neres e Lucas Paquetá

Por Da Redação - Atualizado em 24 mar 2020, 12h38 - Publicado em 24 mar 2020, 11h56

O Comitê Olímpico Internacional decidiu adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio por conta do surto de coronavírus e após muitos protestos de federações e atletas pelo mundo. Embora pareça acertada, a medida não virá sem prejuízos em várias esferas. Uma modalidade em especial pode ter uma mudança significativa caso a competição não seja disputada este ano: o futebol. As seleções masculinas só podem levar atletas que completaram 23 anos de idade no ano do torneio. Portanto, se a Olimpíada for disputada em 2021 (e não houver nenhuma mudança no regulamento), vários jogadores não poderão participar.

O ano de nascimento limite para Tóquio-2020 seria 1997, quando nasceram vários jogadores que até já fazem parte da seleção principal de Tite. É o caso do meia Lucas Paquetá (Milan), que já chegou a vestir a camisa 10 de Pelé, e dos atacantes Gabriel Jesus (Manchester City), Richarlison (Everton) e David Neres (Ajax).

Antes mesmo do limite de idade, era grande a chance deste quarteto ficar de fora da Olimpíada simplesmente pela recusa de liberação de seus clubes – a competição é realizada fora das chamadas “datas Fifa”, nas quais os times são obrigados a ceder seus jogadores.

Mesmo no caso de alguns atletas menos conhecidos, que em tese poderiam ser liberados por suas equipes, a mudança de datas coloca sua participação em xeque. É o caso do capitão da seleção no pré-Olímpico Bruno Guimarães, que acertou com o Lyon durante a competição e nasceu em 1997. Mesma condição dos laterais Caio Henrique (Grêmio) e Ayrton Lucas (Spartak Moscou) e o volante Matheus Henrique (Grêmio).

Continua após a publicidade

PLACAR procurou a Fifa para saber se haverá uma flexibilização das regras, e se os atletas nascidos em 1997 poderão disputar os Jogos mesmo se eles forem realizados em 2021. A entidade respondeu que “acredita que a saúde e o bem-estar de todas as pessoas envolvidas em atividades esportivas devem sempre ser a maior prioridade” e que “trabalhará com as partes interessadas relevantes para tratar de todos os principais assuntos relacionados a este reagendamento”.

Confira os atletas que já foram convocados por André Jardine para a seleção olímpica ou por Tite para a seleção principal que podem perder a Olimpíada se a idade base mudar:

Goleiros: Cleiton (Red Bull Bragantino), Ivan (Ponte Preta) e Lucas Perri (São Paulo)
Zagueiros: Gabriel (Lille), Luiz Felipe (Lazio), Lyanco (Torino), Nino (Fluminense) e Robson Bambu (Athletico Paranaense)
Laterais: Caio Henrique (Grêmio) e Ayrton Lucas ((Spartak Moscou)
Meio-campistas: Bruno Guimarães (Lyon), Douglas Augusto (PAOK), Gerson (Flamengo), Lucas Paquetá (Milan), Maicon (Shakhtar Donetsk), Matheus Henrique (Grêmio) e Wendel (Sporting)
Atacantes: Bruno Tabata (Portimonense), David Neres (Ajax), Gabriel Jesus (Manchester City) e Richarlison (Everton)

Publicidade