Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Quartas de final da Liga dos Campeões começam com clássicos europeus

Real Madrid x Liverpool e reedição da última final da Champions agitam a semana do futebol; confira os duelos e saiba onde assisti-los

Por Da Redação Atualizado em 9 abr 2021, 19h38 - Publicado em 6 abr 2021, 11h13

As quartas de final da Liga dos Campeões da Europa têm início nesta terça-feira, 6, repletas de grandes confrontos e atrações para os aficionados por bom futebol. O sorteio impôs já na atual fase a reedição de duas das últimas três finais da competição. A principal delas é a última, entre Bayern de Munique e Paris Saint-Germain. Real Madrid e Liverpool, finalistas da temporada 2018/2019, que terminou com a conquista dos espanhóis, também se enfrentam, já nesta terça-feira, 6, a partir das 16h (de Brasília).

Haverá outro aguardado encontro nesta tarde: entre o Borussia Dortmund, do norueguês Erlin Braut Haaland, artilheiro da Champions com dez gols, e o Manchester City do técnico espanhol Pep Guardiola, em ótima fase na Premier League, líder com 14 pontos de diferença para o segundo colocado, próximo a campanha da temporada 2017/2018, quando atingiu o recorde dos 100 pontos na competição.

Assine DAZN | 30 dias grátis para curtir os maiores craques do futebol mundial ao vivo e quando quiser!

O último confronto, entre Porto e Chelsea, coloca os dois menos badalados do chaveamento juntos. O azarão Porto superou a Juventus de Cristiano Ronaldo de forma dramática, na prorrogação, enquanto o Chelsea deixou para trás o Atletico de Madrid de Diego Simeone com atuações sólidas. Confira os jogos e onde assisti-los:

Real Madrid x Liverpool
hoje, às 16h, no estádio Alfredo di Stéfano, em Madrid
Transmissão: Facebook da TNT Sports e Estádio TNT Sports (streaming)
Jogo da volta: 14/04, no estádio Anfield Road, em Liverpool

Ferland Mendy comemora o gol que deu a vitória ao Real Madrid -
Ferland Mendy comemora o gol que deu a vitória ao Real Madrid – Emilio Andreoli/Getty Images

O Real chega para o confronto com desfalques e incertezas. A principal baixa confirmada será a do zagueiro e capitão Sérgio Ramos, que sofreu uma lesão na panturrilha esquerda, há cinco dias, e desfalcará o time por, pelo menos, um mês. O companheiro de defesa, o francês Raphael Varane, testou positivo para Covid-19 no último exame antes da partida. A dupla titular deve ser formada por Nacho e o brasileiro Éder Militão.

Outros nomes como Dani Carvajal, Toni Kroos, Federico Valverde e Mariano Díaz estão em fase final de recuperação e seguem como dúvidas. Kroos se machucou durante período de treinamentos com a seleção alemã. Ele retornou a Madri com dores no músculo adutor. Ausência certa é a do belga Eden Hazard, também em recuperação de problema muscular.

O time madrilenho se classificou para as quartas de final com duas vitórias sobre a Atalanta: 1 a 0, na Itália, e 3 a 1, na Espanha. Situação semelhante a do rival, o Liverpool, que venceu duas vezes o Red Bull Leipizig, ambas pelo placar de 2 a 0.

Os ingleses também vão para o jogo com problemas e apostando na Liga dos Campeões como salvação da temporada. O técnico alemão Jürgen Klopp segue sem contar com o zagueiro Van Dijk, além de nomes como Joe Gomez, Jordan Henderson e Matip, todos machucados. A equipe ocupa somente a sétima colocação na Premier League.

Prováveis escalações:
Real Madrid: Courtois; Militao, Nacho, Mendy; Vazquez, Modric, Casemiro, Kroos, Asensio; Vinicius, Benzema. Técnico: Zinedine Zidane.
Liverpool: Alisson; Alexander-Arnold, Phillips, Kabak, Robertson; Thiago, Fabinho, Wijnaldum; Salah, Firmino, Mané. Técnico: Jurgen Klopp

Manchester City x Borussia Dortmund
hoje, às 16h, no Etihad Stadium, em Manchester
Transmissão: Facebook da TNT Sports; TNT Sports (TV) e Estádio TNT Sports (streaming)
Jogo da volta: 14/04, no Signal Iduna Park, em Dortmund

Pep Guardiola, técnico do Manchester City -
Pep Guardiola, técnico do Manchester City – Julian Finney/UEFA/Getty Images

O confronto põe frente a frente Haaland, artilheiro e candidato a melhor jogador da competição, e Pep Guardiola, em busca de sua primeira Champions com o City. Os ingleses contam com os retornos de João Cancelo, Sterling, Phil Foden e Gundogan. O volante brasileiro Fernandinho ainda é dúvida.

Continua após a publicidade

A grande preocupação em Manchester é em conter o favoritismo. Em sua última entrevista, Guardiola lembrou da surpresa na última edição, quando a equipe acabou eliminada para o Lyon, na mesma fase, após derrota por 3 a 1 em jogo único em Lisboa.

O Dortmund também tem baixas para o primeiro confronto: Axel Witsel, Dan-Axel Zagadou, Marcel Schmelzer e Sancho, estão fora. A equipe alemã vem de dois tropeços consecutivos na Bundesliga, empate com o Koln e derrota para o Eintracht Frankfurt, além de uma modesta quinta colocação no campeonato, 21 pontos atrás do líder Bayern de Munique.

Prováveis escalações:
Manchester City: Ederson; Cancelo, Dias, Stones, Mendy; Rodri, Gundogan, De Bruyne; Silva, Sterling, Foden. Técnico: Pepe Guardiola.
Borussia Dortmund: Hitz; Can, Akanji, Hummels, Guerreiro; Delaney, Bellingham, Dahoud; Hazard, Haaland, Reus. Técnico: Edin Terzic.

Bayern de Munique x Paris Saint-Germain
amanhã, às 16h, na Allianz Arena, em Munique
Transmissão: Facebook da TNT Sports e Estádio TNT Sports (streaming)
Jogo da volta: 13/04, no Parc des Princes, em Paris.

Neymar acabou derrotado na decisão em Lisboa -
Neymar acabou derrotado na decisão em Lisboa – Michael Regan/Getty Images

O duelo mais aguardado colocará frente a frente os finalistas da última edição da competição, vencida pelos alemães em Lisboa, em 23 de agosto, com um gol marcado pelo atacante francês Kingsley Coman. Os alemães, dessa vez, não poderão contar com o seu principal nome, Robert Lewandowski, em recuperação de estiramento no ligamento do joelho direito. Para a vaga de Lewa, curiosamente, o substituto deve ser Coupo-Moting, que até o último ano vestia a camisa do PSG.

O clube francês conta com o retorno de Neymar como seu principal reforço. O jogador ficou de fora dos confrontos com o Barcelona, pelas oitavas de final, em recuperação de lesão. Apesar de Neymar, o lateral Florenzi e volante Marco Verratti testaram positivo para Covid-19 e são baixas certas. O volante argentino Paredes, suspenso, também não poderá atuar.

No PSG, evita-se a palavra revanche, refutada pelo zagueiro Marquinhos na última entrevista antes do confronto. Para chegar até aqui, ambas as equipes foram soberanas em seus confrontos nas oitavas. O Bayern venceu por duas vezes a Lazio, em placar agregado de 6 a 2, enquanto o PSG, da mesma forma, com um placar agregado de 5 a 2 diante do Barcelona.

Desde a chegada de Mauricio Pochettino, os franceses disputaram 19 partidas, com 13 vitórias, dois empates e quatro derrotas, um aproveitamento de 71,9% dos pontos disputados. A equipe, no entanto, sofre para defender o título na Ligue 1, o Campeonato Francês. Atualmente ocupa a segunda colocação, a três pontos do líder Lille.

Em favor do Bayern ainda pesa uma invencibilidade e números incríveis. A equipe chegou ao 19º jogo consecutivo sem ser derrotado na Europa – 18 vitórias e um empate, 96,4% de aproveitamento –, contabilizando as 11 vitórias consecutivas no título conquistado na temporada 2019/2020.

Porto x Chelsea
amanhã, às 16h, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha.
Transmissão: Facebook da TNT Sports; TNT Sports (TV) e Estádio TNT Sports (streaming)
Jogo da volta: 13/04, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha.

Cristiano Ronaldo deixa o campo após eliminação da Juventus contra o Porto -
Cristiano Ronaldo deixa o campo após eliminação da Juventus contra o Porto – Valerio Pennicino/Getty Images

O encontro menos vistoso será, também, peculiar. Ambas as partidas serão disputadas em campo neutro, em Sevilha, na Espanha, devido às restrições de voos entre Portugal e Inglaterra em função de medidas de combate ao avanço da pandemia da Covid-19. O Chelsea chega embalado pela classificação convincente contra o Atletico Madrid, cenário esse semelhante ao do Porto, que deixou para trás a Juventus de Cristiano Ronaldo.

Após uma sequência de empates na temporada, um deles que custou a eliminação para o Sporting Braga, na Taça de Portugal, além do distanciamento na briga pelo título português, o Porto voltou a embalar. Venceu os seus quatro últimos jogos em Portugal.

O Chelsea, por sua vez, sustentava 15 jogos de invencibilidade com o técnico Thomas Tuchel, mas acabou surpreendido no último sábado com uma derrota por 5 a 2 em casa para o West Bromwich, pela 30ª rodada da Premier League. Além disso, de acordo com o jornal The Telegraph, o zagueiro Rudiger e o goleiro Kepa se envolveram em uma acalorada discussão que acabou em empurrões.

Continua após a publicidade
Publicidade