Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

PSG: Neymar e Cavani não se falam em treino; técnico faz mistério

Treinador Unai Emery admitiu conflito e afirmou que ambos estão autorizados a bater penalidades, sem revelar quem será seu "cobrador oficial"

Por Da redação Atualizado em 28 set 2017, 16h16 - Publicado em 21 set 2017, 12h46

Após alguns dias de folga, o Paris Saint-Germain voltou aos treinos e, aparentemente, a relação entre Neymar e Edinson Cavani segue abalada. Segundo os jornalistas presentes à atividade desta quinta-feira, o brasileiro e o uruguaio, que se desentenderam sobre quem deve bater os pênaltis e faltas da equipe, não conversaram nenhuma vez, apesar de terem ficado próximos em alguns momentos.

Durante as atividades com bola abertas à imprensa, Neymar foi visto conversando com os compatriotas Marquinhos e Thiago Silva, mas não manteve nenhum contato direto com Cavani. Na noite anterior, todos os atletas do PSG participaram de um “jantar de reconciliação” promovido por Daniel Alves, segundo informações do jornal L’Equipe

O técnico do time, o espanhol Unai Emery, concedeu entrevista após o treino e explicou pouca coisa, inclusive fazendo mistério sobre quem será seu batedor oficial de pênaltis. O treinador espanhol disse ter conversado com os atletas e garantiu que ele próprio tomará a decisão.

  • “Os pênaltis são importantes e aqui muitos jogadores querem assumir essa responsabilidade. Mas é diferente bater um pênalti vencendo por 3 a 0 ou estando 0 a 0 em uma semifinal ou final. Antes o batedor era Cavani, agora são Cavani e Neymar, eles podem assumir essa responsabilidade. Quando chegar um momento decisivo, você pode ganhar um título em um tiro penal e eu sei quem é o primeiro batedor.”

    Emery não negou a informação divulgada pelo L’Equipe de que Neymar e Cavani discutiram no vestiário após o jogo contra o Lyon. “Ao fim do jogo, em um estado emocional muito alto, pode haver uma discussão, isso é normal, acontece em todos as partidas e não quebra a boa harmonia, o bom ambiente que há no time.”

    Cavani e Neymar se desentendam duas vezes no último jogo, a vitória por 2 a 0 sobre o Lyon. Na primeira delas, Daniel Alves participou, em uma cena que causou bastante repercussão. O uruguaio se posicionou para bater uma falta, e então Daniel Alves tomou-lhe a bola, que terminaria nas mãos de Neymar. Depois, perto do fim do jogo, houve um pênalti e Cavani rapidamente agarrou a bola. Neymar pediu para bater, mas o uruguaio não deixou, e acabou desperdiçando sua cobrança.

    Neymar e Cavani
    Neymar e Cavani discutem sobre quem chuta falta e pênalti em vitória do PSG CHRISTOPHE SIMON/AFP
    Continua após a publicidade
    Publicidade