Clique e assine a partir de 9,90/mês

Projeto de lei é retirado e Peru jogará a Copa do Mundo

Seleção sul-americana poderia ser excluída pela Fifa caso a federação de futebol do país se tornasse subordinada ao governo

Por Da Redação - 26 nov 2017, 17h16

Na noite da última sexta-feira, a congressista peruana Paloma Noceda anunciou a retirada do projeto de lei que limitaria a autonomia da Federação Peruana de Futebol. A aprovação poderia resultar na eliminação da seleção peruana da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Pelo Twitter, a parlamentar lamentou a má interpretação de seu projeto, mas que o retiraria “para a tranquilidade de todos”. Em uma das publicações, Noceda afirmou que “é lamentável que se tenha criado um psicossocial pela proposta”. Na outra, anunciou a retirada da proposta, lembrando que “todos os peruanos gritamos a um só pulmão” depois da classificação para a Copa.

Enquanto a notícia é um alívio para os peruanos, Itália e Chile perdem a esperança de ir à Copa do Mundo. Essa será a primeira ausência da Azzurra em Copa desde 1958, enquanto os atuais campeões da América ficaram de fora do torneio pela última vez em 2006.

(com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade