Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiro San-São na Copa do Brasil decide vaga em final

Equipes duelam novamente em um mata-mata

Rivais estaduais, São Paulo e Santos se enfrentarão pela
primeira vez na história da Copa do Brasil. Em mata-matas, porém, os clubes já
disputaram 16 confrontos eliminatórios ou decisivos.

E o Santos leva vantagem: 10 x 6. Principalmente nos
confrontos recentes. Desde a final do Paulistão de 2000, só deu Peixe em seis
mata-matas: quartas do Brasileirão de 2002, primeira fase da Sul-Americana de
2004 e semifinais dos Paulistas de 2010, 2011, 2012 e 2015, quando o Santos venceu
por 2 x 1 na Vila Bemiro.

O estádio santista, aliás, tem sido um diferencial a favor
do Peixe. Dos últimos dez jogos entre as duas equipes lá, o Santos venceu seis
e só perdeu um, há seis anos, pelo Brasileirão de 2009. Desde então, já são
nove jogos sem derrotas no litoral paulista. A fase atual também está a favor
do Peixe. Desde a chegada do técnico Dorival Júnior, o time saiu da zona do
rebaixamento e foi para o G4 do Brasileirão. Além disso, eliminou com sobras o
Corinthians na Copa do Brasil e vem com um ataque arrasador, com destaque para
os artilheiros Ricardo Oliveira e Gabriel. O Peixe conta ainda com a boa fase
do meia Lucas Lima, da seleção brasileira.

Já o São Paulo, que atravessa uma fase de instabilidade com a
saída técnico colombiano Juan Carlos Osorio, depende das boas atuações de seus
principais jogadores, que também vivem uma fase irregular, como Alexandre Pato,
Luís Fabiano, Paulo Henrique Ganso, Michel Bastos e Rogério Ceni.

Palpite PLACAR: Santos

Confrontos na Copa do Brasil

Nunca se enfrentaram

Confrontos na história

282 jogos: 119 vitórias do São Paulo, 66 empates, 97
vitórias do Santos, 452 gols do São Paulo, 401 gols do Santos

São Paulo

Participações: 15;

Títulos: 0;

Vices: 1;

Semifinal: 2;

Quartas: 7;

Oitavas: 3;

2ª fase: 1

98 J (56 V, 19 E, 23 D, 203 GP, 96 GC) 63,6% de
aproveitamento

Santos

Participações: 13.

Títulos: 1.

Vices: 0.

Semifinais: 4.

Quartas: 1.

Oitavas: 2.

2ª fase: 4.

1ª fase: 1

89 J (52 V, 21 E, 16 D, 191 GP, 96 GC) 65,9% de
aproveitamento