Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do Santos pede desculpas por provocação ao Corinthians

José Carlos Peres disse que o vídeo foi enviado para um grupo particular e a divulgação foi fora do contexto

O presidente do Santos, José Carlos Peres, se desculpou com o Corinthians na tarde desta sexta-feira, 29, durante a apresentação do lateral-esquerdo Jorge, novo jogador do Santos, que veio do Porto.  Na noite de quinta, circulou um vídeo de Peres em que diz: “Vamos matar os gambás”. Corinthians e Santos se enfrentam no domingo, 31, pela primeira partida semifinal do Campeonato Paulista.

“Foi uma brincadeira que fiz em um grupo de 15 amigos. Infelizmente um deles resolveu passar para fora. Disseram que ‘iam comer o peixe’ dentro do grupo e eu rebati. Só quero pedir desculpas à torcida do Corinthians, e também a qualquer clube ou pessoa que tenha se sentido ofendido. Acho que o futebol não pode ser tão rígido assim, em que uma brincadeira vira uma polêmica. Mas acho que esse é um fato já superado e bola para frente.”

Veja a tabela do Campeonato Paulista

Ainda na noite de quinta, o Santos divulgou nota em que Peres pede desculpas. “Dada a repercussão de uma conversa bastante informal com alguns torcedores santistas na noite desta quinta-feira, 28, o presidente José Carlos Peres vem a público esclarecer que preza pelo respeito a todos os adversários, e que a declaração gravada trata-se de um trecho que acabou descontextualizado.”

No áudio, o presidente do Santos convocava os torcedores para a partida de volta, dia 8 de abril.  “Vamos ser campeões! Na segunda-feira, quero todo mundo aqui no Pacaembu. Vamos esgotar esses ingressos imediatamente e fazer um grande jogo contra o Corinthians já no primeiro jogo e no segundo a gente mata os gambás de vez”, disse o dirigente.

Também na tarde desta sexta, jogadores do Corinthians pediram respeito ao clube. “Pegou a gente de surpresa, ainda mais na véspera de um clássico. Mas é coisa que acontece internamente, tem de dar a resposta dentro de campo. Somos adversários, não somos inimigos. Claro que sobrecarrega em um clássico, uma semifinal, mas temos de focar em jogar”, comentou o volante Ralf.

(com Estadão Conteúdo)