Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do Santos confirma contratação do meia uruguaio Carlos Sánchez

Jogador estava no futebol mexicano desde 2016

Carlos Sánchez é o novo reforço do Santos. Nesta quarta-feira, o presidente José Carlos Peres anunciou a contratação do meia uruguaio, de 33 anos, que estava no futebol mexicano e só depende da realização de exames médicos para ter a chegada oficializada. “Entre o clube e o empresário do atleta está tudo fechado. O que falta é o exame médico e a assinatura do contrato”, anunciou o dirigente, em entrevista coletiva, explicando que a diretoria chegou a um acordo com Sánchez, que estava desde 2016 no Monterrey.

O meia disputou a Copa do Mundo da Rússia pela seleção uruguaia e agora está de férias. Até por isso, Peres evitou apresentar maiores detalhes sobre a contratação, além de garantir não saber a data de chegada do jogador a Santos. “Estamos tentando antecipar a chegada dele para os exames médicos. As férias dele terminam no domingo. Não tem mais detalhes. Agora é fazer os exames médicos”, afirmou, esperando que o time consiga antecipar a chegada do uruguaio, segundo reforço que disputou a Copa a ser anunciado pelo Santos – o outro foi o meia Bryan Ruiz, da Costa Rica.

O presidente santista afirmou que o Palmeiras tentou atravessar o negócio antes da confirmação final. “Houve uma proposta muito grande do Palmeiras quando já tínhamos acertado com o Monterrey. Quero enaltecer o jogador e o empresário dele, que foi consciente do que tínhamos combinado. O Santos é o Santos, desculpa. Na dúvida, ele vem para o clube”, comentou. O técnico palmeirense Roger Machado deu outra versão dos fatos. “O Sanchez é um jogador bastante interessante e foi oferecido ao clube, mas como temos uns três jogadores que podem fazer função semelhante, não foi levado adiante.”

Sánchez, de 33 anos, iniciou a sua carreira no uruguaio Liverpool, depois se transferiu para o futebol da Argentina, onde atuou por Godoy Cruz e River Plate, time pelo qual faturou os títulos da Copa Sul-Americana em 2014 e da Libertadores em 2015. No México, além do Monterrey, também jogou pelo Puebla.